Pesquisar neste blogue

2011-05-29

selo da amizade


Um super obrigado para quem me mandou este selo tão kawaii^^ Que foram os seguintes:


2º Falar sobre os blogs de que mais gosto:

1º- umapalavra-jessicabarros.blogspot.com/ (Poemas e textos fantásticos)
2º- viewtythemes.blogspot.com/ (ajuda-me muito com o meu telemóvel)
3º- narutoshippudenmangamania.blogspot.com/ (claro que não preciso de dizer nada, adoro Naruto!)
4º- naruto-pt-blog.blogspot.com/
5º www.seven7down.com/ (pode acabar em ".com" mas é um blog que pagam para ter esse link)
6º- fcporto.blogspot.com/ (sou de sangue extremamente azul!)

(não sou muito de ler outros blogs, mas se fosse a escolher um sétimo, escolhia um de anedotas e de boa disposição)

3º Os meus animes favoritos:

1º e o mais marcante de sempre (para mim) - Naruto (se calhar acham que só penso nisto, mas não me preocupo muito com o que pensam, quero viver da maneira que me faz feliz!)
2º Dorémi (Ai os tempos em que via este anime no canal panda! Estava sempre ansiosa para ver quando as pessoas descubriam que eram umas bruxinhas, mas das boas, não perdia um episódio!)
3º Shin-chan (Eheh, este anime era mesmo muito engraçado, digitalizava o próprio "rabo" e imprimia)
4º Yugioh! (ainda hoje tenho a coleção inteirinha das cartas, são milhares delas!)
5º Pokémon (Mesmo muito fixe, e há uns tempos atrás ainda dava na sic)
6º Digimon (Lembro-me perfeitamente da menina de chapéu cor-de-rosa e das outras personagens)
7º Hamtarô (Mesmo muito fofinho! Tenho um peluche dele de quando era bebé)
8º Dragon ball (Sei que sou maria-moço nestas coisas de animes, não é preciso lembrar! Lol. Ainda tenho a bicicletinha de rodinhas do Dragon ball, o meu pai era para me trazer uma da Barbie mas não se lembra porque me trouxe esta)
9º Doraemon (Masashi Kisimoto também adorava ver esta série, eu adorava mesmo, ele tirava mil coisas daquele bolsinho!)
10º Guardo este lugarzinho para todos os outros que vi e de que a não couberam na minha memória, mas sei que vi muitos! Enquanto se apanhava o canal Panda de graça eu não perdia um episódio daqueles que me agarraram mais! Tão bons esses tempos, mas mesmo muito bons!

4º Premiar outros colegas:
http://oliverebenjiparasempre.blogspot.com/
(não sei outros de que não tenha falado de momento, como já disse, não me agarro muito a outros blogs)

2011-05-26

12ºCap. Tudo ou nada

 Décimo segundo capitulo – O lado fraco do Naruto

Estava mais uma vez sozinha, sentada na beira do chão com os pés na água.
Tinha um vestido até aos joelhos clarinho com uma fita fininha á cintura. Tinha o cabelo a tapar-me a cara.
De repente aparece o Naruto. Eu fico assustada, estava tão contida no meu pensamento que nada á minha volta me interessava.
-Então tu vais fazer parte da minha equipa?
Eu alevanto o dedo e faço o sinal de “fixe”.
-Posso pedir-te um favor muito importante? –Disse o Naruto.
Eu puxei o cabelo para detrás da orelha e disse:
-Será que consigo neste estado?
Ele faz cara de nabo, e diz:
-O que é que são lágrimas? O que é a morte? Se não consegues, digo que não te conheço! –As palavras dele tiveram tanto impacto em mim que nunca mais me esqueci delas.
-Não tenho resposta para as tuas perguntas… Mas afinal diz lá o que queres de mim?
Ele sentou-se ao meu lado, suspeitei logo que devia ter alguma coisa a ver com a partida do Sasuke.
-A Sakura estava a chorar á minha frente naquela noite, nunca vi uma flor tão triste… Eu disse-lhe que traria o Sasuke de volta, custe o que custar… Os olhos dela nunca tinham ficado tão brilhantes… Mas eu sou um estúpido, gosto dela e vou ajuda-la a encontrar a pessoa que ela ama… Mas quero vê-la feliz…
Ele estava a falar e a olhar para a água, talvez a imaginar o rosto dela nas águas.
Ele continuou:
-Como vais fazer parte da minha equipa… Podes vir comigo e com a Sakura ajudar a encontrar…
Interrompi-o suspirando:
-O Sasuke…
O Sasuke tem vindo a tornar-se um rapaz problemático, primeiro a história do selo amaldiçoado e agora anda á procura de Orochimaru, ele vai trazer imensos problemas… mas mesmo muitos…
-Eu também perdi uma amiga, a Lin… Ela foi á procura do tal rapaz…
-Quem?
-Nem sequer eu sei… -Suspirei.
-Mas porque é que não a procuras?!?
Eu fico paralisada, como fui poder esquecer-me assim dela?
-Naruto, procuramos então a Lin e o Sasuke… Está bem?
Ele sorri e diz:
-Claro, porque não?!

2011-05-21

O meu único desejo

Tenho algo que ando a tentar mostrar-te
É tão precioso como o teu coração
Este vício que tenho de ajudar-te
É porque és especial
Não há igual

O meu único desejo é ver-te sorrir
Sorrir e ser feliz
É o que eu e o meu coração teimamos
Nem que tenha de fazer algo muito difícil
Porque te amamos
E juntos somos apenas um
Algo muito forte… Como o amor

(Não entendi bem esta cena do selo, mas aqui vai:)
As regras deste selo são:

1º.Agradecer e linkar de volta o blogueiro que te enviou o prémio:
 
Tenho que agradecer á JessicaBarros, thanks ^^

2º. Divida 7 coisas sobre ti:
          1º -Adoro Naruto
            2º - rapazes de cabelo preto e liso, é do melhor que há^^
            3º -Gosto de conhecer pessoas com histórias fascinantes
            4º -Nunca passo sem ajudar os amigos
            5º-A música e os animes fazem parte de mim!
            6º-Não gosto pessoas que mentem para si próprias
            7º -Gosto de vários tipos de música, (dirty house, electro, trance, rock, pop, dance,... e.t.c. qualquer uma que ponha a bombar^^)

3º.Premiar outros 5 a 15 blogues:


4º.Entre em contacto com esses blogueiros para avisar sobre os prêmios e para que eles levem o selo da versatilidade para seu blog e distribua a outros colegas blogueiros

2011-05-20

Sondagem nrº2

Vou explicar melhor aqui a sondagem nrº2 "achas que já é hora de colocar um concurso no blog?"
Respostas: Sim [OU] Não

O que estou a perguntar é se acham que já terá mais aderência fazer um concurso de talentos aqui no blog. Ou seja, vocês podiam fazer um desenho, video, música, texto (tanto faz o tipo), .... E depois eu e mais umas colegas minhas de escola escolhiamos o 1º, 2º e 3º's lugares (ao fim ao cabo são todos vencedores).

E que tal, o que acham?

Fico á espera dos votos.

Kisses^^

2011-05-17

Poema-O que mais me dói

Este poema é dedicado ao 10º Capitulo da fanfiction "tudo ou nada"

O que mais me dói

Doí-me saber que partiste
E caíste mesmo á minha frente,
O teu sorriso fechou-se,
Acabamos os dois num ponto final
Os meus olhos queriam enganar-me,
Mas não sou estúpida…
Por isso, tenho que prometer,
Ei de me vingar de quem fez isso tudo!
Mesmo que a culpa seja toda tua…

Apenas uma recordação guardarei
Apenas com uma coisa me vingarei
A tua estrela e tu no meu coração, serão a minha melhor arma
Nunca mais serei a mesma…
Sem ti para sempre… Chorarei

Naruto Amv All around me ((with sakura and sasuke.))


(uma á parte), jessicabarros, bem me parecia que já conhecia esta banda de algum lado! Tinha este video no meu pc já a algum tempo.

Música da abertura: Italobrothers - Colours of the rainbow
Titulo - Flyleaf - All around me

Don't Forget - Team 7


(não esqueças - equipa 7) Achei a música muito bonita, tanto que até teve lugar aqui no blog^^

Titulo - Demi lovato - Don't forget

2011-05-15

11ºCap. Tudo ou nada

Vamos dar entrada á segunda temporada da fanfiction "tudo pode acontecer", é algo que tenho estado a programar há semanas, fiz vários rascunhos, muito papel gastei (não devia andar a gastar assim), fritei o meu cérebro (brinca), e acho que consegui achar um caminho interessante para a história. Agora falta-me desejar uma boa leitura!


Décimo primeiro capitulo – Equipa 2... só resta um!


(…) Quando acordo, dou comigo num quarto de um hospital sozinha.
Alevantei-me, e algo me prendia levemente.
Olho para a minha mão e vejo que tinha uma seringa espetada que me passava o soro.
Retiro-a e saio pela janela. Vi que não me tinham vestido uma bata nem roupa do género, ainda bem porque ainda tinha que dar umas voltas urgentes!
Corri o mais que podia até ao memorial.
Corri… Passo a passo rápido… Corri… Cheguei a cair… Mas parecia que nunca mais chegava lá!
Finalmente chego até ao memorial… Vi a pior coisa que alguma vez me podia passar pelos olhos: O Zang com sangue á volta dele, e o pior de tudo é que estava morto.
Cai de joelho ao lado dele, olhei para o céu já com as lágrimas a escorrer-me pela cara abaixo.
Arranquei-lhe a estrela das costas e coloquei-a ao meu lado.
-Zang… podes não me estar a ouvir, mas não interessa! Eu vou vingar-me daqueles, mesmo que a culpa tenha sido toda tua! E vou vingar-me com esta estrela, vou fazer o mesmo que te fizeram! Perdi o medo de matar já a algum tempo e nunca mais voltará, prometo!
Passei o resto do dia ao lado dele, deitada a chorar.
No dia seguinte, acordo com os pés do Naruto e da Sakura á minha frente. Eu estava deitada de barriga para baixo ao lado do Zang. Alevanto o rosto com lágrimas ainda a escorrer-me.
-Andamos toda a noite á tua procura. –Disse o Naruto.
A Sakura estava a ver o estado do Zang, viu se ainda tinha pulsação, mês ele já estava morto.
-O que aconteceu? –Perguntou a Sakura.
-Encontrei-o morto… -Suspirei. E menti um pouco, não queria dizer a verdade.
Entretanto o Kakashi aparece.
-Naruto e Sakura, acompanhem a Shelly até casa para concluírem a missão! –Ordenou.
-Mas Kakashi… -As palavras fugiram-me.
-Eu sei que queres ficar aqui com ele, mas temos de o levar até á ANBU, depois explico-te…
Não insisti, a minha família devia estar preocupadíssima comigo.
O Naruto e a Sakura ajudaram-me a levantar e acompanharam-me até casa.
Bato á porta e a minha mãe abre-a.
-Por onde andas-te? –Disse abraçando-me.
Eu estava com nenhuma paciência para falar do que tinha acontecido, não respondi e fui para o meu quarto.
Deitei-me na cama de barriga para baixo e abracei a minha almofada de enfeitar em forma de coração.
Tenho que desviar o meu pensamento! Tenho que ser forte!
Invés de estar aqui a pensar isto, podia estar á procura de quem o matou.
Eu esqueci-me da estrela!
Corri para a porta e sai de casa a correr para ir buscá-la.
Encontro o Kakashi na rua á frente da minha casa.
-Onde vais tão apressada? Perguntou-me.
-Esqueci-me de um objecto lá.
Ele retira algo de trás das costas…
-Era isto? –Perguntou-me mostrando a estrela.
-Sim!
-Calculava que a quisesses… Queres-te vingar, não é? Eu não te vou impedir disso, toma lá. –Atirou-ma e eu apanhei-a no meu braço como uma pulseira.
Estava prestes a começar a correr até que ele volta a falar.
-Não vás agora, quero falar contigo…
Ele começou a andar, devia ser para segui-lo. Fui atrás dele.
Só parou quando chegou ao cimo de uma rocha alta. Subi para a beira dele.
-O Zang disse-te porque é que apostou a sua vida?
Eu fiquei em choque, como é que ele sabia? Isto já não me cheira bem…
-Não…
-Então eu vou dizer-te…
Mas que nervos! Tanto suspanse!
-Ele desde há uns tempos atrás tem vindo a ser como a Tsunade-sama, faz apostas e perde quase sempre. De tanto perder, não tinha mais nada para apostar, e fez uma aposta como conseguia derrotar um membro da ANBU, só um dos dois sai vivo. E foi o da ANBU que saiu vivo.
Eu fiquei a olhar para o chão, desiludida com o Zang, no facto de ser um apostador autêntico e de ter perdido uma luta, nunca iria conseguir imaginar isso.
-Mas não era sobre isso que eu queria falar contigo…
-Então?
-É sobre a Lin, ela fugiu da Vila, e o teu sensei desapareceu. O Hokage deu ordem de tu os procurares, mas é melhor levares companhia, não sabes quando voltarás.
-Porque é que ela fugiu?
-Ninguém sabe, ou tu fazes ideia?
Eu encolhi os braços.
Não queria dizer ao Kakashi, mas deve ter ido atrás do tal rapaz, ainda por cima falei com ela sobre ele á pouco tempo.
-O Hokage quer que vás o mais depressa possível.
-Como o Sasuke já não está com a equipa 7, podia até ser boa ideia juntar-me a eles, são só dois e eu sou uma…
-O Naruto e a Sakura? Tens mesmo a certeza?
-Sim, acho que eles não se importam.
-Então eu vou falar com eles…
Ele desapareceu como sempre. Não é má ideia ele ser meu novo Sensei. O Kakashi disse aquilo como se estivesse a chamar fracos a eles os dois. Eles não são fracos! Até devem ser uma das equipas mais fortes da idade deles.

Sondagem nrº1

Hoje começo a contagem da sondagens, esta é a sondagem nrº1, cujo prazo está embutido na imagem feita por mim.


2011-05-14

Informação

Como devem saber eu punho sempre a seguir a um video a letra e a tradução, o que acontece agora é que a letra e a tradução não aparece na página inicial. 

Então sempre que virem "ler mais»" (em qualquer tipo de post) é porque tem alguma coisa escondida.

Faço assim agora, pois assim a página inicial fica apenas com uma amostra de cada mensagem e assim não fica tão grande (como já houve vezes em que a barra para descer o blog para baixo ficou como um pontinho apenas).

Naruto Infinitys! Um blog acessivél!

Abertura e Encerramento 1 Naruto clássico

Já não era sem tempo! A/o abertura/Encerramento 1 já está no Naruto Infinitys!

ABERTURA
Titulo: Rocks


ENCERRAMENTO
Titulo: Wind

2011-05-13

Aviso!

O Blogger teve em reparações e eliminou alguns posts (não me lembro a partir de que data foi), mas pelo que entendi repararam o gadject "mensagens populares" e isso causou um incómodo que não imaginam para mim!
No outro Blog "lovimangá.blogspot.com", estive a carregar centenas de imagens para serem apagadas!
E no momento em que suspenderam o serviço Blogger eu estava a editar os códigos HTML e CSS deste blog para inserir um menu e fiquei extremamente assustada pois pensava que tinha feito asneira! Mas fui ao centro de acções do blogger e lá dizia que estavam em reparações. Foi (por um lado) um alívio enorme!

10ºCap. Tudo ou nada (Parte 2)

10ºCapitulo (parte 2) – A aposta da vida

“Shelly, nunca te consegui enganar, naquele dia do passeio que demos… tu viste em mim que alguma coisa estava mal comigo, e agora vou contar-te tudo o que se passa…
Apostei a minha vida, não sei bem como, mas apostei-a… As palavras saíram-me da boca sem eu próprio dar por isso, o meu braço alevantou-se e apertei a mão a essa pessoa com que apostei.
Ao leres isto, não me deves estar a conhecer, nunca pensaste que eu seria tão estúpido…
 Isto é difícil de dizer… ou melhor… escrever!
Sabes, eu gosto muito de ti e não quero magoar-te, mas seria tão mau não saberes do meu paradeiro… Vou dizer-te o último sitio que vou estar com vida, talvez me encontres…
Vou estar á beira do memorial, o meu sonho era morrer em honra de alguém, mas nunca será realizado… Se o meu nome não fica no memorial, ao menos morro perto dele.
Não te devia ter dito isto, mas quero que saibas que eu amo-te mesmo de verdade para te esconder algo!”

Ao ler isto fiquei ferida por dentro, uma parte de mim desapareceu. Os meus olhos queriam enganar-me, mas não conseguiram… Isso deixou-me arrasada, só queria que fosse mentira.
Comecei a correr para o memorial. Parecia estar a correr muito devagar, mas na verdade estava a correr muito rápido. As pessoas olhavam para a minha cara cheia de lágrimas, eu corria e não me preocupava com o que deitava abaixo ou por onde é que passava, atravessava lojas de um lado a outro e derrubava postes. A única coisa que me ocorria na cabeça era impedir a morte do Zang se ele ainda estivesse vivo.
Quando chego perto do memorial, vejo o Zang e mais outros dois ninjas de cara tapada a pontapeá-lo.
-PÁREM!!! –Gritei enquanto corria para os travar.
Eles eram muito rápidos, um deles agarra-me nos braços por trás das costas.
Tento-me soltar-me, mas já não me valia de nada para salvar o Zang… Quando olho para ele vejo-o já com um shouriken espetado no peito e a deitar sangue pela boca. Ele ainda estava a mexer uma mão, mas o outro ninja pega numa estrela grande e trespassa-o.
O que me segurava, voa comigo até cerca de 50 metros de altitude e lança-me para bem longe.
Caí no chão duro e rachei a cabeça, as pessoas na rua começaram a gritar. E pouco depois dou comigo no hospital.

2011-05-11

Homenagem a minato

Não tenho palavras para este video, mas fiquei comovida ao ver os fanarts todos, e se Minato não tivesse morrido? Aquelas imagens talvez se tornariam realidade para Naruto.


Desenhar o Naruto

têm aqui dois videos a mostrar como desenhar o Naruto (o primeiro explica melhor que o segundo).

Comentem!

2011-05-08

10ºCap. Tudo ou nada (Parte 1)

Não tive tempo de o acabar mas deixo ao menos aqui uma parte, e para as coisas baterem certo, esta é a parte um, e quando puder publico a parte 2.

Décimo capitulo

De manhã bem cedinho, acordei com o Sol a trespassar as janelas e a bater nos meus olhos. Via tudo branco, mas quando esfreguei os olhos e fugi do Sol brilhante já fiquei a ver tudo 5 Estrelas!
A Lin ainda dormia. Com o que é que eu me podia entreter silenciosamente até ela acordar?
Alevantei um pouco a cabeça para ver como a tela dela estava a ficar… Estava maravilhosa, antes de adormecer acrescentou uns pormenores característicos: Os olhos vermelhos reluzentes. A pintura estava tão encantadora, a cara do rapaz apenas tinha os olhos pintados, usava um colete cinzento e estava de costas a olhar para trás.
A memória dela é infalível nesse aspecto!
-Mãe… faz-me o pequeno-almoço…
Ao ouvir este murmúrio da Lin, assustei-me e alevantei logo a cabeça para vê-la.
Só podia! Parecia que estava com uma ressaca! Mas era apenas o sono, ela estava a falar e a dormir acordada.
Eu não aguentei o riso e comecei a rir-me às gargalhadas.
-O que foi Shelly? –Perguntou.
-Tu estavas tão entretida a chamar-me mãe!
-A sério?
Eu abanei a cabeça em sinal de sim e ela começou a rir-se.
Espreguicei-me toda e alevantei-me. De repente começa a ouvir-se uns barulhos de lá debaixo.
-Meninas! O pequeno-almoço está pronto! –Chamou a mãe dela.
-Estou cheia de sono… -Disse enquanto bocejava. –Fiquei a pintar até tarde…
-Anda lá! Vou ter que te arrastar?
Ela parecia um caracol a andar de cabisbaixa. Até metia graça. Fui para trás dela e arrastei-a até á cozinha.
Chegámos lá baixo e a mãe dela já estava a tomar o leite  e tinha em cima da mesa mais duas canecas de leite.
Sentámo-nos e começamos a disfrutar do pequeno-almoço.
No fim, subimos as duas para cima e vesti a minha roupa.
-Lin, hoje não aguento mais, vou procurar o Zang! Queres vir?
-Não me apetece… -Disse já deitada novamente na cama perdida no sono.
Encolhi os braços e saí do quarto. A mãe dela estava a lavar a loiça quando saí da cozinha.
-Não queres ficar mais um bocadinho?
-Tenho que resolver uns assuntos importantes… -Suspirei.
Abri a porta e fui a correr bater á porta de casa do Zang.
-O Zang, está?
-Ele saiu á pouco para sua casa…
Ela nem teve tempo de acabar de falar, desatei a correr pela rua adiante e fui a minha casa.
-Olá filha! –Disse num tom de gozo. –Não é todos os dias que te abro a porta de manhã!
-O Zang, esteva aqui?!?
-Ah… Deixa cá ver… Sim, esteve, e deixou-te uma carta! É esta aqui. –Disse entregando-ma.
Ela entrou para a cozinha e eu fiquei á entrada a lê-la.


Fica a pergunta para vocês! O que terá lá escrito?

2011-05-06

A semana de músicas calmas está a acabar ^^, mas como ainda não acabou, vou postar um video que me fez chorar só de ouvir a letra.
Eu sei que não tenho publicado a fanfiction, nem poemas própriamente ditos. Mas o que eu sei é que as músicas são poemas! Disfrutem á vontade!


2011-05-05

Música do Blog

Como já repararam, o titulo do Blog foi retirado de uma música, Chama-se: The guru josh project-infinity 2008.
Entaõ fiz um video e decidi postar-lo aqui como video oficial do Blog! Espero que gostem!

Naruto infinitys!
video

2011-05-04

Esclarecimentos!

Já vi que as ideias andam um pouco baralhadas aqui pela rede de fanfictions. Há dois blogues que estão em conflito por causa de plágio e de roubo de ideias!

1º -Não quero ver mais aqui a palavra "plágio" pois nunca fiz isso! Não estou para brincadeiras como essas!

2º -Não pensem que o meu blog é dependente de outros, eu fiz o meu blog e só depois é que descubri os outros dois acima.

3º -STOP ao plágio! Não se deve plagiar, mesmo que seja para um trabalho da escola! Isso não trás futuro!



















Notas:
Na Internet, pode haver blogs principais e blogs secundários (tal como os meus, este é o principal e tenho outro que era para eliminar mas ficou como base de experimentação de temas, ETC), Este blog não está a seguir o caminho de outros, ou seja, não o criei porque vi que outros tinham blogs com montes de seguidores, fanfiction, e.t.c., criei porque eu tenho um caderno A4 de linhas onde tenho uma fanfiction que se não me engano já vai no capitulo 51! Decidi fazer proveito disso, como não podia publicar em livro, fiz um blog.
Coloquei uma pergunta no Yahoo respostas a perguntar como se designava isso de escrever em base de um anime (caso não saibam, o Yahoo é uma comunidade onde se faz perguntas e quem sabe responde, mas tem um sistema de pontos).Perguntei e disseram-me e muito bem que eu não era a única a fazer isso, mas sim milhares de pessoas no mundo, aí fiquei toda surpreendida, e disseram-me de que se tratava de uma fanfiction-ficção de fãs.
Criei o blog e publiquei!
E depois é que procurei outros para ver a grandeza de pessoas que faziam o mesmo que eu!

O mundo é grande! Nem sempre somos os únicos!

2011-05-03

9ºCap. Tudo ou nada

Desculpem lá não ter publicado mais cedo, mas a verdade é que o capitulo já está escrito desde Domingo e eu andava toda descansada da vida a pensar que o Blogger o tinha publicado automaticamente, quando visitei o Blog apanhei esta surpresa!
Nono capitulo – A pintura da Lin

Quando chegámos a casa após o funeral do terceiro hokage, voltei para casa juntamente com a minha mãe, a Flora e Lin que foi jantar lá pois a mãe dela não estava em casa e a minha mãe insistiu para que ela nos fizesse companhia.
A minha mãe pousa as chaves no móvel da entrada e vai para a cozinha. Eu, a Flora e a Lin subi-mos para o meu quarto.
A Flora mal entra senta-se logo na minha cama. Eu sento-me na cadeira á beira da janela e a Lin pede autorização para se sentar no pufe á beira da cómoda.
-Ah… Vocês não viram o Zang hoje? –Perguntei com as palavras a fugir-me.
Elas olham uma para a outra e encolhem os ombros.
-Não, não vi. –Disseram ao mesmo tempo.
A minha irmã enche os olhos de lágrimas cristalinas e via-se na cara dela que estava toda contente a pensar no Sasuke, e daqui a alguns segundos ia perguntar-me sobre ele.
-Sabes, Flora… -Disse no gozo. –Os teus olhos brilham quando pensas no Sasuke!
Ela enervasse toda, mas acaba por conter os nervos e começa a sonhar alto.
-Se tiver uma menina, vou chamar-lhe… Hum…
Eu interrompo o “pensar” dela, enervando-a ainda mais.
-Não quero saber! Tens que tirar esse rapaz extremamente cobiçado da tua cabeça!
-Olha quem fala! Na altura que te tornas-te gennin, todas as raparigas tinham um poster dele! Não sei como, mas tinham!
Ela até tem razão, mas sabendo o que eu sei do Sasuke, ele não lhe daria um futuro muito bom… A minha irmã, gosta de um vingador! Não me soa bem!
A Lin olhava atentamente para nós as duas a discutir sobre rapazes. Ela ao menos não sabia quem era aquele rapaz de um olhar, por isso não sabia se muitas raparigas gostavam dele.
-Acho que não precisam de discutir sobre isso, cada uma de vocês gosta de quem gosta, não é preciso discutir!
É nestes momentos que adoro quando a Lin interfere! Eu calo-me e a minha irmã também fecha a boquinha.
Toda aquela conversa trouxe de volta o Zang ao meu pensamento. Não era nada normal passar um dia sem o ver… Mas que saudades, dos abraços, do olhar querido dele, dos lábios que me levavam até ao mundo dele, enfim… Porque é que ele foi assim tão misterioso? Pensei que não havia segredos entre nós… Mas pelos vistos, há! E isso está a desfazer-me toda por dentro.
-Estás ai, Shelly? –Perguntou a Lin a puxar-me pelo ombro e a interromper o meu pensamento profundo que me fazia esquecer de tudo, menos dele.
-Sim… Estou. –Respondi com pouca força de vontade.
Ela suspira.
-A tua mãe já chamou para ir comer umas dez vezes! E ainda não te mexeste!
Eu alevantei-me e segui a sombra dela até a cozinha. Sentei-me no meu lugar e alguém bate á porta.
Enchi-me logo de esperança que fosse o Zang, mas quando alguém entra pela a cozinha a dentro, vejo que era o meu pai.
-Ah... És tu pai… -Suspirei.
-O que foi? É mau ver-me?
Eu sorri.
-Não sejas tolo, é claro que é sempre bom ver-te!
Ele senta-se á frente da minha irmã. A Lin sentou-se num espacinho entre mim e a minha irmã. A minha mãe que estava á minha frente começa a servir já sentada.
Pegou na colher e deitou um bocadinho de arroz no prato de cada um. Depois coloca um bife no meu prato e no da Lin. A minha irmã, a minha mãe e o meu pai comeram um ovo frito. E todos pegamos em batatas fritas.
-Meninos, hoje abusamos na comida, mas é para alegrar as coisas! Amanhã vai ser um cozidinho!
Soltei um sorriso no canto da boca. Precisava mesmo do Zang aqui para me animar a sério…
Cortei o bife aos bocadinhos e comecei a comer.
Depois de ter comido o bife todo, fiquei a fazer “cociguinhas” num restinho de batatas.
-Não queres mais, filha? –Perguntou a minha mãe preocupada.
Eu fechei os talheres em resposta de não.
Algum tempo depois, já todos tinham acabado de comer. E já era noite plena.
-Shelly, leva a Lin até a casa dela. –Disse o meu pai.
-Está bem. –Disse ao alevantar-me da cadeira.
Saímos as duas consoladas do bife.
Passamos casas e casas até chegar-mos á dela. Ela bate á porta.
-Sou eu, mãe!
Ela abre a porta e cumprimenta-me.
-A agora vais sozinha, Shelly? –Perguntou preocupada, tal e qual como a minha mãe.
-Vou. Não tenho medo nenhum! –Respondi esfregando a mão no pescoço.
-Queres dormir aqui em casa? A Lin empresta-te um pijama dela!
Eu encolho os ombros.
-Eu vou telefonar á tua mãe a dizer que vais dormir aqui! Anda, entra!
Entrei e fui com a Lin até ao quarto dela. Há muito tempo que não entrava na casa dela. O quarto não tinha mudado muito, apenas tinha uma cama nova e uma tela com a pintura de uma pessoa abstrata… Ela afinal ainda se lembra do tal rapaz, será que ele é assim tão misterioso?
-Shelly, podes dormir aqui. –Disse abrindo uma gaveta-cama que estava debaixo da cama.
-E tens algum pijama que me emprestes?
Ela aponta para a cómoda e diz:
-Escolhe ali um.
Fui logo procurar. De tantos pijamas, escolhi um branco com manchas claras azuis e roxas.
-Dorme bem! –Disse enquanto me deitava.
-Tu também! E é que bem precisas!
Eu suspiro.
A Lin volta a levantar-se e fica parada em frente da tela. Pega em tinta acrílica e completa mais uns pormenores na tela. Aí percebi que a tela tinha sido pintada por ela e cada vez mais se parecia com um rapaz. Ela estava a tentar fazer uma pintura daquele rapaz tão misterioso. E a cada retoque que ela dava, eu lembrava-me daquela noite de chuva em que ela o viu a primeira e última vez:
Estávamos as duas a caminho de volta para Konoha após uma missão em terras frias. Tínhamos as duas capas beijes com capucho.
Alguém atira um shouriken que fica espetado no chão mesmo á nossa frente. Esse alguém tinha olhos vermelhos vivos e estava a atacar-nos. Só me lembro que depois alguém o detém e foge juntamente com esse de olhos vermelhos. A pessoa que nos tinha atacado, ela consegui ver-lhe a cara e nunca disse a ninguém quem ele era para que não fosse castigado. A Lin apaixonou-se por quem a tentou matar…

Comentem!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...