Pesquisar neste blogue

2011-05-13

10ºCap. Tudo ou nada (Parte 2)

10ºCapitulo (parte 2) – A aposta da vida

“Shelly, nunca te consegui enganar, naquele dia do passeio que demos… tu viste em mim que alguma coisa estava mal comigo, e agora vou contar-te tudo o que se passa…
Apostei a minha vida, não sei bem como, mas apostei-a… As palavras saíram-me da boca sem eu próprio dar por isso, o meu braço alevantou-se e apertei a mão a essa pessoa com que apostei.
Ao leres isto, não me deves estar a conhecer, nunca pensaste que eu seria tão estúpido…
 Isto é difícil de dizer… ou melhor… escrever!
Sabes, eu gosto muito de ti e não quero magoar-te, mas seria tão mau não saberes do meu paradeiro… Vou dizer-te o último sitio que vou estar com vida, talvez me encontres…
Vou estar á beira do memorial, o meu sonho era morrer em honra de alguém, mas nunca será realizado… Se o meu nome não fica no memorial, ao menos morro perto dele.
Não te devia ter dito isto, mas quero que saibas que eu amo-te mesmo de verdade para te esconder algo!”

Ao ler isto fiquei ferida por dentro, uma parte de mim desapareceu. Os meus olhos queriam enganar-me, mas não conseguiram… Isso deixou-me arrasada, só queria que fosse mentira.
Comecei a correr para o memorial. Parecia estar a correr muito devagar, mas na verdade estava a correr muito rápido. As pessoas olhavam para a minha cara cheia de lágrimas, eu corria e não me preocupava com o que deitava abaixo ou por onde é que passava, atravessava lojas de um lado a outro e derrubava postes. A única coisa que me ocorria na cabeça era impedir a morte do Zang se ele ainda estivesse vivo.
Quando chego perto do memorial, vejo o Zang e mais outros dois ninjas de cara tapada a pontapeá-lo.
-PÁREM!!! –Gritei enquanto corria para os travar.
Eles eram muito rápidos, um deles agarra-me nos braços por trás das costas.
Tento-me soltar-me, mas já não me valia de nada para salvar o Zang… Quando olho para ele vejo-o já com um shouriken espetado no peito e a deitar sangue pela boca. Ele ainda estava a mexer uma mão, mas o outro ninja pega numa estrela grande e trespassa-o.
O que me segurava, voa comigo até cerca de 50 metros de altitude e lança-me para bem longe.
Caí no chão duro e rachei a cabeça, as pessoas na rua começaram a gritar. E pouco depois dou comigo no hospital.

2 comentários:

Ao comentar estás a ajudar este blog, é um pequeno gesto que dá mais vida ao blog e com certeza me deixará feliz! :)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...