Pesquisar neste blogue

2011-07-21

7º Capitulo até ao fim

Este foi o maior capitulo que alguma vez escrevi! Espero que gostem do meu trabalho!
(nota : Só fechem o youtube quando aparecer outra música para abrir, se disser "a música acabou" no meio da história não fechem)

Sétimo Capitulo – De volta… ao baile

Já estava a anoitecer e só faltava meia hora para o inicio do baile…

Naruto

Esta roupa deve servir… um fato branco com gravata branca… não entendo nada de moda mas acho que é branco a mais! Peguei tirei a camisa preta e a gravata e vesti apenas uma camisa branca.
Será que vou buscar a Hinata a casa dela… ou encontramo-nos no baile?
Olhei para a janela e por mais incrível que seja a Sakura e o Sasuke já estavam a ir para o baile.
-Ei! Sakura!
Ela olhou para mim e acenou.
-Não vais buscar a Hinata? –Perguntou. –Espero que já saibas  que tens de a ir buscar a casa!
-Já vou!
Sai de casa a correr e fui até a da Hinata, bati á porta e ela abre.
-Vamos?
-Sim, vamos! –Respondeu.
Ela tinha vestido um vestido rosa quase branco até aos joelhos, mas que cena, vou eu e ela de branco!


(Música : http://www.youtube.com/watch?v=MnqrlQ3uOXk  recomendo que abram em nova aba ou janela)

Quando chegamos ao baile já lá estavam quase todos. O baile era no pavilhão de ginástica da escola pois é grande e há espaço para todos e ainda por cima o chão é próprio para não escorregar.

Sakura

Eu e o Sasuke subimos as escadas e fomos para (tipo) uma varanda dentro do ginásio, é lá que as pessoas ficavam a assistir aos jogos.
Ele tinha vestido um fato preto simples com uma camisa branca por dentro, uma gravata cinzenta e uns sapatos pretos bem engraxados. Eu tinha um vestido vermelho sem mangas (como um cai-cai) que ia até os joelhos e uns sapatos de salto alto rosa clarinho.
As janelas estavam tapadas com panos grossos e pretos para ficar sem a luz do luar. Apenas havia a luz das lanternas coloridas e da bola de espelhos no centro do ginásio.
Olhei para o Sasuke, ele estava encostado á grade a olhar para mim.
-Sasuke…
Ele interrompeu-me e disse:
-Queres dançar?
Até parece que adivinhou!
-Sim, era isso que te ia perguntar!
Deu-me a mão e foi até a bancada DJ, sussurrou ao dj qualquer coisa que não ouvi, mas algo me dizia que não era nada de mau!
-Fazes isso? –Disse o Sasuke para ele.
-Está bem, então vai lá!
Ele levou-me até lá baixo, onde todos os outros dançavam, olhou lá para cima e o dj trocou de música.


-Pediste-lhe para mudar de música?
Ele sorriu, isso valeu mais que mil palavras.
A música era perfeita, os dois brilhámos no meio daquela gente toda!
Estendi os meus braços e estendi-os nos ombros dele, sorri e ele sorriu para mim.
Agarrou-me na cinta e aproximámo-nos mais um do outro, senti que as outras raparigas estavam com inveja mas isso não me incomodava, o que eu queria realmente era o amor do Sasuke. As pessoas deram-nos espaço e abriu-se um espaço vazio em que só estava eu e o Sasuke a sorrir entre nós.
Nunca me tinha sentido tão feliz e completa, mas aproximámo-nos mais um do outro e acabou num beijo no meio daquela gente toda, nunca me senti tão feliz na minha vida.

Naruto

Olhei para aquele espaço que se abriu e vi que a Sakura e o Sasuke estavam a beijar-se.
Fiquei paralisado, eu estava a dançar com a Hinata e parei a olhar para eles… Ela devia ter ficado tão magoada…
Não sei como dizer, mas aquilo paralisou-me por completo… Até que senti alguém a tocar-me.
-Naruto, tu gostas da Sakura?
Era a Hinata, ela já estava vermelha por completo só de me ter perguntado aquilo ou se calhar tinha medo da minha resposta.
-Não. –Suspirei.
-Naruto… eu.. convidei-te… porque és muito… especial… para mim, sabes?
Ela gostava mesmo de mim, e eu não acredito que estava a dar-lhe ilusões…

Carina

Quando cheguei ao baile não esperava ver o Sasuke e a Sakura no meio deles todos a beijar-se com uma música tão lenta.
Eles saíram do meio e o meio fechou-se.
Um par sobressaiu-se no meu panorama pois devia ser o par mais branco de todos! Olhei melhor e vejo o Naruto com uma rapariga do clã Hyuuga, devia ser a Hinata.
Senti-me triste e esquecida, mas como é que eu queria que ele não me esquece-se duma coisa que nem sei se namorámos durante dois ou três dias? Não sei, mas fiquei com ciúmes…
Olhar para eles fazia arrepender-me de ter fugido para o ver no baile mas agora… apetece-me fugir para um sítio que ninguém me encontre…
 Estava a sentir-me tão mal, ele ainda não me tinha visto. Entretanto o dj começa a interagir:
-Olá malta! Que tal o baile? Vamos divertir-nos um pouco…! Vou fazer um concurso de Karaoke! Quem quer cantar?
Todos começaram a gritar “eu! Eu!”, ele apontou na minha direção mas devia ser para alguém ao lado de mim…
-Tu aí! De cabelo laranja!
Olhei em meu redor e mais ninguém tinha cabelo laranja, só podia ser eu… As pessoas abriram espaço para mim e fui até o dj.
Ele sussurrou-me:
-Que música queres cantar?
Não foi preciso pensar muito, veio logo uma música que adoro á cabeça…
Ele cortou a música que estava a dar e disse:
-É preciso pôr a letra ou já sabes de cor?
-Não é preciso.
Subi para o palco e a música começou.


Dali de cima conseguia ver tudo e todos e especialmente o Naruto, a letra da música dizia-me para o esquecer, para o tirar da minha cabeça… Mas quanto mais pensava nisso vinha-me logo á cabeça aqueles beijos que foram tão especiais para mim que não sei se os vou esquecer alguma vez na vida.
Ele estava com a outra rapariga, ela tentou dar-lhe um beijo na boca mas vi que ele virou a cara e acabou por o beijar na cara.
De tanto pensar nele ainda me enganava na letra da música e começava a cantar o que estava a pensar… na verdade a letra da música era também o que eu estava a pensar.
Tão lindo de fato branco, cabelo loiro e olhos azuis… Só me apetecia tê-lo á minha beira…
Continuei a olhar para ele enquanto cantava. A rapariga saiu da beira dele e ele ficou a olhar para mim. Não parei de olhar para ele, cantar aquela música a olhar para ele era como se estivesse a dizer-lhe o que sinto.
Quando a música acabou desci do palco e tentei esconder-me dele no bar.
Pedi um copo de água fresca, o gerente entregou-me logo um.
Olhei para o copo e vi a minha face refletida na água, uma lágrima escorria-me pela cara abaixo… eu estava a chorar… e uma lágrima caiu na água do copo.
Apertei o copo e tentei segurar as lágrimas, mas quanto mais o fazia pior era.
Alevantei o copo para beber e vejo o Naruto a aproximar-se de mim no reflexo do copo e deixo cair o copo ao chão, aflita deixei tudo como estava e corri a chorar para fora do pavilhão.
Ele apercebeu-se de tudo logo e viu-me sair.
Lá fora sentei-me nas bancadas da escola e fiquei sozinha a chorar.
-Carina?
Alguém me tocou, olhei para trás e vejo que era o Naruto.
-Trata-me por Ina!
Ele sentou-se á minha beira.
-Voltas-te quando?
Limpei as lágrimas ao vestido e respondi:
-Hoje á tarde.
Ele estava a olhar para mim, agora não me saia da cabeça aquela música, tinha que o esquecer mesmo…
-Car… -Já se ia enganar mas acabou por dizer direito. –Ina, gostas do Sasuke?
Mas que pergunta me foi fazer!!!  Acho que a resposta era que de quem gosto mesmo é dele (o naruto) mas…
-Vamos ser só amigos, está bem?
Não tirava o olhar de cima de mim, nem eu de ele… Senti que ele se estava a aproximar para me beijar e virei a cara.
Tinha de lhe dizer que ia voltar porque fugi… para o ver.
-Porque me beijas-te naquele dia que até estavas a chorar?
Fiquei a pensar numa boa resposta, mas quando fui a ver já estava colada a ele num beijo.
Ele caiu para trás de costas e eu fui a reboque, fiquei em cima dele cara a cara no céu estrelado e a saber que o quero esquecer, ou talvez não, sempre que estou com ele acabamos por nos beijar… E ele recusou o beijo da outra rapariga.
-Não sei, como também não sei o porquê deste.
Saí de cima dele imediatamente, estava a começar a derreter-me com a presença dele, estava mais giro que nunca aquele fato ficava-lhe bem, o cabelo sem a fita ninja que encaixava bem com a cor dos olhos dele, olhos azuis brilhantes como duas pérolas na cara dele.
-C… Ina, eu… gosto de ti!
Nunca pensei que ele me fosse dizer isso nos olhos, frente a frente e sozinhos… mas disse!
-Eu… também gosto muito de ti, mas eu fugi de casa e tenho que voltar. Os meus pais matar-me-iam se soubessem que fugi nas costas deles, tive sorte de eles me deixarem sozinha em casa dois dias seguidos, tenho que partir ainda hoje para chegar a casa amanhã ao meio dia.
-Qual é a dos teus pais? Ainda me lembro de te terem tratado mal na frente de toda a gente!
-Eles… não sei, nunca pensei nisso, apenas obedecia a tudo e naquele dia não obedeci.
-Tu queres ficar?
Pensei um pouco.
-A única coisa que faz com que eu não fique é o medo que tenho para com os meus pais.
-Fica na minha casa, se eles aparecerem eu e se for preciso o Kakashi-sensei ajudámos-te!
Sorri e abanei a cabeça.
-Não é assim tão fácil…
Olhei para o relógio da igreja e já era meia noite.
-Já é tão tarde! Tenho que voltar para casa!
-Então eu levo-te num abrir e fechar de olhos!
-Como?
-Não duvides de um ninja como eu! Sobe para as minhas costas!
Subi para as costas dele, foi como abraçá-lo sentia-me tão bem junta a ele. Começou a correr, a correr com uma velocidade incrível!

3 comentários:

  1. Adorei mesmo! Tens imenso jeito! MAravilhosa a ideia de pôr música, de ves em quando podias fazer isso novamento «º.º»!

    ResponderEliminar
  2. Gostei bué deste capitulo, as musicas encaixavam na perfeição. Devias fazer isso mais vezes. Beijo xP

    Ana

    ResponderEliminar
  3. arigatou^^

    Nem sabes quanto adoro ler os comentários!

    Comentem á vontade! Só isso me dá apetite de deixar um próximo capitulo^^

    ResponderEliminar

Ao comentar estás a ajudar este blog, é um pequeno gesto que dá mais vida ao blog e com certeza me deixará feliz! :)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...