Pesquisar neste blogue

2011-08-13

14º Capitulo até ao fim

Décimo quarto capitulo - Hinata & Kiba

Hinata

O kiba… tinha acabado de me dar um beijo… devia estar a sentir-se magoado por eu estar a chorar pelo Naruto.
-Desculpem a confusão por minha culpa…
-Vê lá se para a próxima controlas-te! –Disse a Ina ainda zangada.
Ela até tinha uma certa razão, mas não era preciso exagerar! O murro que o Kiba deu no Naruto foi desnecessário, mas ela também deu um soco!
Kiba… Quanto mais pensava nele, mais forte bate o meu coração…
Olhei á minha volta e já não via aos dois.
Eu estava sentada no chão e ele estava aninhado á minha beira, eu estava tão confusa que até deixei-me cair para trás de olhos fechados.
Mas que sensação… Pensei que ia bater com a cabeça no chão e dar-me uma dor pequena, mas sinto-me a flutuar…
Abri os olhos e vi que o Kiba segurava-me nos braços dele com cara de preocupado.
-Estás bem, Hinata?
-Estou um pouco confusa… dá-me um tempo para pensar…
Alevantei-me e agradeci-lhe a forma como me trata. Virei costas e fui até casa tomar um banho.
Enchi a banheira, deitei um sabonete próprio para fazer bolhinhas e depois de tirar a roupa entrei para a banheira.
A banheira estava encostada num canto do quarto de banho, acima da banheira havia uma pequena janela com um vidro desfocado assim não se via nada para dentro, o vidro estava um pouco aberto e entrava uma leve brisa que me dava arrepios.
Tapei-me toda na água e só deixei a cabeça de fora.
Senti que alguém andava á beira da janela e fiquei atenta. De repente uma carta cai da janela como uma pena.
Apanhei-a antes que se encharca-se toda. Tirei uma toalha do banco que estava ao meu lado e pousei lá a carta, sequei as mãos e atirei a toalha para o tapete.
Abri a carta e lá dizia:
…………………………………………………………………………………………………………………………………………………
Hinata… Eu gosto muito de ti, se não gostares de mim prefiro que me digas na cara…
Mas o meu maior sonho era ter-te ao meu lado, sentir o teu calor, o teu perfume, a tua pele, ver o teu sorriso, ouvir-te dizer que estás bem.
Se quiseres podemos continuar a ser só amigos e nada muda entre nós.

Beijos. Kiba.
…………………………………………………………………………………………………………………………………………………

Ele é um querido! Acho que já me decidi, vou seguir o meu coração! Ele batia forte quando estava á beira dele e nunca me tinha apercebido disso.
Algum tempo depois saí do banho, vesti-me e fui ter com o Kiba.
-Kiba! –Gritei.
Ele estava a dar comida ao Akamaru, e ficou surpreso quando me viu a correr para ele.
-Hinata? Viste a carta?
Nem ouvi bem o que ele disse. Cheguei á beira dele e dei-lhe um leve beijo na cara.
-Aceitas?
-Aceito!
Ele agarrou-me e deu-me um beijo na boca, fiquei surpresa de olhos arregalados.
-Ah… desculpa…
Disse afastando-se de mim.
-Até gostei.
Ele fez um sorriso doce e bonito.

Sakura
Sasuke, onde estás tu? Não acredito no que lhe disse! Fui uma estúpida!
Estava no meu quarto sentada na secretária virada para a janela agarrada a uma moldura com uma foto minha e do Sasuke de quando estávamos juntos.
Não conseguia parar de pensar naquele dia, prometi que estaria sempre do lado dele.
Esse dia foi há cerca de dois meses, ele disse-me que precisava de ir uns meses para fora da vila em missão.
Zanguei-me pois ele tinha sempre algo para fazer, só estava com ele de dois em dois meses e apenas um dia! Zanguei-me… Zanguei-me… e… acabei com ele… aí ele ficou sem motivos para vir á vila de vês em quando e nunca mais apareceu.
Pensei que o iria encontrar nesta última missão. Quero encontra-lo! E pedir-lhe desculpas, porque o amo e não me sai da cabeça e é parte da minha felicidade!
Não consigo parar de me lembrar da cara dele quando acabei com ele, eu estava tão zangada… Talvez agora possa corrigir isso, sim! Estar com ele, ajuda-lo nas missões, assim já nos víamos mais vezes.
Estava tão desolada no meu pensamento até que alguém bate á porta do meu quarto.
-Sakura, está aqui uma amiga tua! –Disse a minha mãe.
-Deixa-la entrar.
Limpei as lágrimas e olhei para trás onde estava a porta.
-Olá! Sakura… Estás bem? –Disse a Ina.
-Estou… mal sem o Sasuke…
-O que aconteceu? Quem é esse Sasuke?
Contei-lhe tudo e ela ficou a lembrar-se de algumas coisas e disse:
-Ah! Já sei quem é! Sabes uma coisa?
Ela fez uma pausa e eu disse:
-Diz lá.
-Eu, há uns quatro anos atrás estava a chorar por tu e o Sasuke namorarem!
-Tinhas-me raiva?
-Alguma, mas não me deixas-te acabar! O Naruto encontrou-me e acabou por me contar que estava a chorar pela mesma coisa que eu. E não sei como dei-lhe um beijo que depois estava sempre a acontecer e eu não sabia se ele me via como namorada ou assim até que lhe perguntei antes de ir para um colégio. Enfim… Já me consigo lembrar de algumas coisas.
-Estiveste num colégio?
-Lembro-me de ser obrigada pelos meus pais a entrar para um colégio interno, fiz algumas amigas, mas passava a vida a contar os dias para sair de lá.
Ela também não teve a vida facilitada. Mas eu podia ter evitado estar aqui a chorar.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Ao comentar estás a ajudar este blog, é um pequeno gesto que dá mais vida ao blog e com certeza me deixará feliz! :)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...