Pesquisar neste blogue

2011-08-22

17º Capitulo até ao fim

Décimo sétimo capitulo – Zangados

Ina

-Esta é a Sawaii, a…
Ela acabou de dizer o nome dela e eu já estava a ir-me embora a fazer sinal para a rapariga me acompanhar.
-Estás cheia de pressa pelos vistos, como te chamas?
-Chamo-me Carina, mas agora anda que eu quero sair daqui depressa!
Ela encolheu os braços e seguiu-me até a casa do Naruto, abri a porta com a chave que ele me deu e comecei a fazer as malas.
-Podes entrar. –Já me tinha esquecido dela. –Anda até aqui se quiseres.
Ela sentou-se na beira da cama do Naruto enquanto eu tirava as minhas coisas da mesinha de cabeceira.
Estava agachada a recolher a minha roupa da “mesinha de aluguer”, e quando olhei em frente vi uma moldura com uma foto minha e do Naruto que tirámos á pouco tempo e comecei a chorar.
-Estás bem?
Ela ficou preocupada.
-É o teu namorado que está nessa foto?
-É a última pessoa que quero ver neste momento…
Ela pegou na moldura e meteu-a debaixo da cama e disse:
-Se isto te faz chorar não olhes! Queres explicar-me o que aconteceu?
-Se o teu namorado te deixasse a morrer numa piscina e depois ainda fizesse respiração boca a boca com outra rapariga o que fazias?
-Ele deve ser mesmo mau!
-Não! Não é! Eu não sei… mas fiquei zangada, e amanhã era o dia da partida para uma missão longa com ele e já não quero ir…
-Já percebi, tu já não o queres enfrentar, certo?
-o quê?
-Se eu não precisasse do dinheiro recusaria-me a fazer esta missão, tens a certeza disto?
-Tenho!
Ela calou-se e depois de eu arrumar tudo fomos até aos portões de Konoha onde estava a Shizune.
-A Tsunade-sama mandou perguntar se tinhas mesmo certeza disto, tens?
-Tenho, Shizune!
-Ela também mandou dizer-te isto…
Ela começou a ler um papel:

“Para te infiltrares na Akatsuki tens que mostar poder. Vais ter de provocar alguma destruição, vou ter de te encobrir mas tem cuidado… um erro e poder ser o teu fim! Já ago… (…)”

-Está bem! Está bem! Eu já sei disso tudo! Vamos Sawaii!
-A Tsunade-Sama não te deixa sair daqui sem eu te ler isto tudo! Por isso ouve bem!

Naruto

-Naruto, eu tenho a certeza que a Ina estava a tentar matar-me… Eu vi!
-Já passou! Vocês as duas dão-se super mal pelos vistos!
-Eu amo-te, mesmo muito, nunca te iria mentir…
Não dei fé de a Ina cair na piscina, quando a vi estava tão zangada que já não sabia o que lhe dizer.
Tenho de admitir que já gostei da Hinata antes de conhecer a Ina, mas agora tudo mudou.
O Kiba ficou de rastos com o que a Hinata disse.
-Já vi que me usas-te… -Disse o Kiba a ir-se embora.
A festa ficou arruinada, não acredito que a Ina quisesse fazer mal á Hinata! Mas esta semana elas estiveram sempre a resmungar uma com a outra por causa de mim… Ela foi mesmo muito estúpida!
-Kiba… desculpa… -Disse a Hinata.
A Hinata estava a tremer de susto.
Alevantei-me para ver se a Ina estava por perto e a Hinata disse:
-Não me deixes sozinha, por favor, estou com medo…
Ela estava a dar-me a volta á cabeça.
-Eu ia ver se ela estava por aqui.
-Quem?
-A Ina.
-Depois do que ela fez ainda te preocupas com ela?!
-Sim.
-Ela não merece o teu amor! Achas mesmo que ela ia apaixonar-te por ti de um dia para o outro? Ouvi dizer que vocês se conheceram quando ela estava a chorar pelo Sasuke, neste momento ela já deve estar a ir-se embora para ir ter com ele!
-Então… o que ela queria de mim?
-Gozar contigo! Acreditas-te mesmo que os pais a abandonaram num colégio nestes anos todos?
Será que é verdade?
-Tenho de falar com ela para saber se é verdade!
-Eu vou contigo!
Ela veio atrás de mim a correr, fui até minha casa e não a encontrei, a ela nem as coisas dela.
-Deve ter ido embora. –Disse a Hinata.
-Então a velhota Tsunade deve saber onde ela está!
Fomos ter com a Velhota.
-Velhota Tsunade! Sabe onde a Ina está?
-Ela foi-se embora.
-O quê!?! Para onde?
-Isso é informação que não posso revelar a ninguém, desculpa… Vai ver se ela já saiu de Konoha, ainda podes ter sorte.
-Vamos Hinata!
Ela seguiu-me até os portões e lá estava ela á beira de uma rapariga com o cabelo laranja igual ao dela e os portões já se estavam a fechar.
A Hinata parou-me e disse:
-Eu disse-te.
Ela agarrou-me e deu-me um beijo contra a minha vontade.

Ina

Os portões estavam a fechar-se e ele ainda teve a lata de vir aqui aos beijos com a Hinata!
-O meu suposto namorado é aquele que está aos beijos com aquela rapariga!
-O que ele veio aqui fazer?
-Talvez mostrar-me por gestos que ele afinal gosta dela, não? Esta semana ele tem andado mais desligado de mim e sempre que me zangava com a Hinata ele dava-lhe razão a maior parte das vezes!
-Esquece-o então! O que não falta no mundo são rapazes!
-Igual a ele de certeza que não!

5 comentários:

  1. Estava muito bom ambos os capitulos. Tenho pena da Ina. A Hinata foi um bocado mazinha para quem era timida =S

    bjs

    Catarina

    ResponderEliminar
  2. a Hinata nesta fanfiction não é muito timida, apenas manti ela ficar corada.

    ResponderEliminar
  3. ontem dei Speed nas teclas e escrevi estes dois capitulos^^

    ResponderEliminar
  4. Muito bons capítulos.
    Tou super curiosa pelo que vai acontecer à Ina e ao Naruto. Gostava que eles ficassem juntos se bem que no anime acho que o Naruto e a Hinata fazem um casal bastante querido *-*

    ResponderEliminar

Ao comentar estás a ajudar este blog, é um pequeno gesto que dá mais vida ao blog e com certeza me deixará feliz! :)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...