Pesquisar neste blogue

2011-08-30

20º Capitulo até ao fim

Vigésimo capitulo – Retirar

Ina

-Pensei que te tinha perdido para sempre! –Disse o Naruto dando-me um abraço.
Comecei a sentir-me culpada por isto tudo, senti uma lágrima de felicidade a cair pela minha cara abaixo.
O abraço foi longo, mas não podia durar para sempre.
-Temos que voltar á batalha. –Disse pondo as mãos dele em cima dos meus ombros.
-Não posso… não consigo lutar com eles, contra vocês ou contra a Akatsuki, não consigo… A Konan é minha amiga…
-Percebo. Vai para Konoha. Podes ir para minha casa, toma lá as tuas chaves.
Ele estendeu-me a mão com as chaves que ele me tinha dado antes.
-Pega nelas, eu volto para Konoha mais tarde. Não te quero deixar aqui sozinha!
Fiquei sem reação. Ele deitou as chaves na minha mão e disse:
-Dou-te as chaves, fica com elas.
-A sério? As chaves são minhas? –Perguntei ainda paralisada.
-Sim! –Ele sorriu e virou costas. –Eu volto… mais tarde…
Ele desapareceu, foi para a batalha. Ele sabe bem que eu sei cuidar de mim mesma, mas foi muito amável.
Pensei um pouco e resolvi fazer o que ele disse.
_ _ _
Cheguei aos portões de Konoha, eles abriram-se e fui a correr até a Tsunade-sama.
-Já voltas-te? –Disse ela sentada na secretária.
-O meu disfarce acabou. Eles estão a ter uma batalha, de certeza que vão precisar de reforços! É a Akatsuki inteira contra as duas equipas que mandou e a Sawaii.
-Deixa cá ver quem eu vou mandar… -Disse abrindo um livro. –Vou-te mandar a ti para mandares quem está a lutar contra eles para retirar o mais rápido possível para cá!
Comecei a andar para fora da sala, passado algum tempo lá estava eu novamente perto da batalha.
Espreitei por uns ramos e ao fundo estavam a lutar.
Atirei-me para baixo e caí agachada.
-Retirem! –Gritei.
O Pein parou de lutar, ao fundo estavam todos a retirar-se.
-Acaba-se isto outro dia! –Disse o Pein fugindo com os outros membros.
-Não foste para Konoha? –Perguntou o Naruto.
-Fui mas a Tsunade-sama mandou parar esta batalha. E é para voltar rapidamente!
Começa-mos todos a correr rapidamente até Konoha.
_ _ _
Fomos todos até a Tsunade-sama e ela disse:
-A batalha não podia ser já tão cedo. É tudo, podem ir embora.
_ _ _

Naruto

Quando saí para fora, ela estava parada a olhar não sai para onde, parei atrás dela e olhou para trás.
-O que foi? –Disse meia incomodada com o meu olhar preso nela.
Naquele momento só me apetecia abraçá-la, sorri e disse:
-Estás de volta! –Abracei-a.
Ela riu-se.
-Só deste fé agora?
A minha barriga estava com fome e fez barulho.
-Vamos comer? –Perguntei.
-Aonde?
-Em minha casa, anda!
Agarrei-a na mão e fomos até minha casa, abri a porta e pousámos as mochilas que levávamos nas costas encostadas á parede.
Fomos até a cozinha e abri o frigorífico.
-Queres comer o quê? Um iogurte, leite achocolatado, uvas, banana, pão com fiambre, chourição, queijo…
-Gostas de mistas?
-Gosto.
-Então vou fazer duas, não te importas?
-Não. A casa também é tua!
Ela pôs-se ao meu lado a espreitar também para o frigorifico, o fiambre e o queijo estavam para trás. Ela chegou-se para a frente e ficou com a cara mesmo a milímetros da minha.
Espantei-me para ela. Pegou no fiambre e no queixo e faltava o chouriço, virou a cara para mim e ficámos quase colados. Fechei os olhos e quando fui a ver já estávamos a dar um beijo.
Ela sorriu e perguntou:
-Onde está o chourição?
Estava na porta, peguei nele e dei-lho para a mão.
Pôs tudo na mesa, cheguei-lhe o pão e colocou uma fatia de cada coisa nos dois pães.
Ligou a torradeira e meteu-os lá.
 Desviou o olhar para um quadro que lá estava á beira e perguntou:
-Nunca tinha visto este quadro antes, é o quarto Hokage, certo?
-Sim, o meu pai…
-O teu pai, tu és filho do quarto Hokage?
-Sim, é verdade.

Ina

Realmente ele e o pai eram muito parecidos.
-E esta aqui é a minha mãe. –Disse apontando para o quadro ao lado. –Minato Namikaze e Kushina Uzumaki. É parecida contigo não é?
-Tens razão.
Isso significa que ele é igualzinho ao pai no que tem a ver com os gostos, e não só, pelo que ouvi dizer da personalidade do quarto hokage eles são muito… Iguais!
Entretanto as tostas mistas ficaram prontas.
Abri a torradeira e peguei nelas com um guardanapo. Ele ferrou logo a dele e queimou-se.
-Cuidado! Ainda estão muito quentes!
Ele fez cara de como quem diz “podias ter dito mais cedo!”

3 comentários:

  1. Amei!Foste desafiada!
    http://snizhanaebenji.blogspot.com/2011/08/desafiooutro.html

    ResponderEliminar
  2. Olha que é mesmo um anime que eu recomendo, prepara é os lenços que vais chorar muito mesmo

    ResponderEliminar

Ao comentar estás a ajudar este blog, é um pequeno gesto que dá mais vida ao blog e com certeza me deixará feliz! :)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...