Pesquisar neste blogue

2011-10-26

10º capitulo fanc. Sora

Aproveito para dizer que só começarei a publicar conforme o horário para a semana que vem.

(último) Décimo capitulo – Olhos fechados para sempre

Fiquei sufocada de estar tão perto dele, os beijos estavam a ser imparáveis…
Passámos o resto da tarde juntos, jogámos na consola, lanchamos, fomos até lá fora, tudo sempre com curtos intervalos de romance.
Acabou por perceber que o melhor era dispensar as dicas do Kiba.

No dia seguinte fui buscar a minha mala á casa do meu primo, como ficava a caminho da missão eles foram ter comigo.
A missão era para levar até sua casa uma senhora, daquelas que os rapazes acham “deliciosas” de cima abaixo.
Quando os encontrei, via-se no Naruto que estava todo babado, e a Sakura estava de mau humor.
-Esta é a Myo, é quem nós vamos levar. –Apresentou o Naruto.
Fiz um risinho forçado, temia a Sakura, ela já estava toda vermelha de nervos. Estalou os dedos e ele olhou para trás, ela parecia assombrada, espetou-lhe um soco que era capaz de o enterrar no chão, mas foi quase.
Fiquei com as pernas a tremer, eu e o Sai.
-Calma Sakura! –Disse o Naruto esfregando o sitio onde tinha levado tamanho soco. –O que fiz desta vez.
Ela virou costas e continuou o caminho da missão, nós fomos logo atrás. Olhei para a cara do sensei, ele ainda se ria com aquilo tudo.
Atravessamos longos caminhos, eu já estava de rastos de tanto andar.
            Porque é que o Jutso de teletransporte é proibido???
            Ao menos o dinheiro que aí vier me encha a carteira de vez!
Perto da casa da senhora, ouvimos um estrondo, logo outro de seguida que desta vez fez uma enorme nuvem de pó que nos alcançou.
Fiquei tossindo e caí ao chão, não podia abrir os olhos senão ainda podia ficar cega.
Quando a poeira desvaneceu, olhei em redor e vi que estava sozinha.
Onde eles se tinham metido?
Levantei-me e atrás de mim alguém deu um salto de uma árvore.
Eram um ninjas com a cara tapada, não consegui reconhecer ninguém, apenas vi que eram dois.
Deram logo luta, começaram a bater-me tão agressivamente e sem tempo para eu conseguir me levantar ou fazer qualquer outra coisa.
Acabei a sangrar do nariz e das feridas que me fizeram.
Levantei-me por mais que me doesse, não queria acabar ali daquela forma.
Naquele momento não conseguia utilizar todo o meu chackra por causa de me terem batido e parar algumas zonas de circulação do chackra.
Passei a mão pela cara, abria em frente em frente aos olhos e estava a escorrer de sangue.
Bati com a palma da mão no chão e ativei o selo das minhas costas, o meu casaco rasgou-se com tanta força que aquilo tinha no momento em que o ativei.
Fiz correntes de chackra, lancei-as até eles e ganharam fogo em volta delas, fogo que não me atingia.
Eles ficaram queimados, pensei que os tinha matado logo á primeira, parei as correntes e eles levantaram-se rapidamente correndo os dois em minha direção.
Ambos com uma Kunai na mão e espetaram-na na minha barriga.
Os meus olhos ficaram arregalados, eu, de mãos e boca abertas, largando sangue pela boca, e desta vez esguichando pela barriga também, só sentia dor. Espetaram-nas na zona do umbigo.
Eu apenas pensei, “Sou fraca. Estou a acabar da maneira mais fácil para eles… e mais difícil para mim…”
Caí ao chão para trás de costas e eles estavam um de cada lado, riam-se. Como era possível conseguir sorrir com tanto sangue por debaixo do nariz deles, provocado por eles, sem sentir nenhuma culpa nem arrependimento.
-És fraca, pensei que fosse mais difícil. –Comentou um deles.
Acabou de confirmar o meu pensamento, pessoa fraca como eu só podia acabar assim.
Cada vez que piscava os olhos, o tempo que se mantinham fechados prolongavam-se.
Comecei a ouvir tudo cada vez mais baixo…
-Sora! – Ouvi alguém a correr na minha direção.
Era a minha equipa.
Virei a cara para o lado e vi-os a correr na minha direção a derramar lágrimas.
A última coisa que vi foi a cara do Sai, triste a chorar por minha culpa…
Nunca o tinha imaginado a chorar…
Acabou-se tudo, os meus olhos choraram sangue, o meu coração só me deu tempo para pensar “amo-te para sempre, Sai.”. Depois ele não aguentou mais, os meus olhos fecharam-se para todo o sempre…

4 comentários:

  1. Oh...eu estava a gostar da fanfiction...tenho pena que tenha acabado. E coitada da Sora...mas no fim a fanfiction estava muito boa espero que não pares por aqui com as fanfics...=)


    Catarina

    ResponderEliminar
  2. Acho que já deixei num post atrás que vou pensar mt bem (mas mt bem! desta vez!) numa outra fanfiction ;)

    Arigatou^^

    ResponderEliminar
  3. Espero bem que sim! Ficava tão aborrecida se não houvesse fanfiction...mas isto não quer dizer que o teu blog não seja bom! Não muito pelo contrário eu acho-o fantastico! ^^

    Catarina

    ResponderEliminar
  4. Aii quee liindoo *-*
    Saaaii *-*

    ResponderEliminar

Ao comentar estás a ajudar este blog, é um pequeno gesto que dá mais vida ao blog e com certeza me deixará feliz! :)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...