Pesquisar neste blogue

2011-10-10

28º Capitulo Até ao fim

Vigésimo oitavo capitulo - O pesadelo acabou

Ina e Sakura estavam na loja de roupa, por mais que Ina não quisesse estar ali...

As ruas de Konoha não eram as mesmas sem o Naruto, e ainda por cima as pessoas sentiam-se tristes pela morte dele.
Perto das instalações da Hokage, estava a Hinata indecisa em entrar ou não entrar... Passo para a frente e passo para trás, até que viu Shizune a subir as escadas e foi ter com ela.
Contou-lhe que sabia a verdade e ela deixou-a entrar.
-Naruto... -Disse enquanto Shizune lhe abria a porta. -Ainda não me disseste o porquê de fingires que estavas morto...
Ele estava sentado em cima da secretária á beira de Tsunade que estava sentada no cadeirão dela. Alevantou-se e olhando para a Tsunade disse:
-Por segurança...
-Podes dizer tudo... -Disse Tsunade num suspiro.
Ela olhava para os dois, tanto segredo...
-Ando a ser perseguido pela Akatsuki, enquanto não há reforços a Hokage proibiu-me de sair á rua...
-Ei! Não é bem assim! Andas a ser perseguido, e enquanto não há reforços não podes lutar sozinho senão morres, ou morrem muitos outros ninjas não tão fortes como os que pedi!
Ele encolheu os braços e encostou-se á secretária olhando para o chão.
Hinata ficou um pouco a olhar para eles, deu um passo para trás e disse:
-Fiquei um pouco aliviada, já vou...
Saiu de com as suas duas mãos dadas em frente ao peito e beijou-as.

Na loja de roupa...
-Leva isto, eu sei... eu sei... tenho sido imenso chata para ti... tu queres estar em paz não é?
Sakura já falava meia atrapalhada, Ina apenas olhava para ela cansada de a ouvir e de estar em pé e a trocar de roupa, tudo contra a sua vontade...
-Sakura... Está bem essa roupa, vamos embora...
Agarrou a roupa que ela segurava nas mãos e foi pagar.
A rapariga pediu-lhe o dinheiro, ia para meter a mão no bolso contando com algum dinheiro mas a saia que estava a usar nem sequer tinha bolsos, o dinheiro tinha ficado nas roupas molhadas dela.
-Boa... Agora o dinheiro deve estar em papas... -Suspirou baixo.
Sakura atravessou o braço em frente do olhos dela entregando uma nota á rapariga da caixa.
-Obrigada... -Disse Ina sem mostrando nenhum sorriso típico, a cara dela estava constantemente séria e triste.
Ina pegou no saco com as roupas e sakura seguiu-a.
-Prontos... Agora vamos para minha casa! -Disse Sakura fazendo um sorriso puxado.
Ela estava esgotada, ver a Sakura assim até a irritava.
-Da maneira que tu estás nem parece que o Naruto morreu! Vê se te calas um pouco! Já estou cheia, tem um pouco de respeito! Tá?! -Disse gritando.
-E ele não morreu... -Pensou Sakura.
Parou de tentar alegrar Ina e foi pela sombra dela até a sua casa.
Ina foi muito direitinha para o quarto da Sakura e trocou de roupas, saiu e disse num tom sarcástico:
-Gostas?
-Já disse na loja que adorei, acho que não preciso repetir...
Ina ficou cabisbaixa.
-Desculpa por ter gritado contigo, mas é que para mim é impossível ter um pouco de alegria com o que aconteceu...
-Não tem mal... -Disse Sakura entrando no quarto de banho.
-Vou dar uma volta sozinha... -Avisou Ina.
Saiu para a rua e começou a caminhar sozinha, lembrou-se dos momentos que passou com o Naruto e abraçou-se a si própria e a chorar enquanto caminhava, passou pela Hinata, olhou para ela enquanto passavam ao lado uma da outra e a expressão na face dela não era de tristeza mas sim um pouco de alegria.
Depois da Hinata virar na esquina ela parou e suspirou:
-Porque só eu estou assim?
Abraçou-se com ainda mais força e caiu de joelhos no chão a chorar intensamente.
Ficou assim até ouvir os passos de alguém, levantou-se, e disfarçando que tinha apenas caido continuou o caminho.
Foi até ao lago, o local onde o tinha beijado pela primeira vez...
Depois foi até a uma das pequenas entradas de Konoha,  as portas abriram-se e entraram dois membros da Akatsuki.
Sentiu que estava temendo a Akatsuki, sentia-se fraca sem o Naruto ao seu lado.
Tentou identificá-los escondida atrás de uma árvore.
Eles separaram-se, ela continuou seguindo apenas o que carregava uma espada embrulhada em ligaduras.
Quando reparou que tinha perdido o outro de vista sentiu-se desprotegida e tremia por todos os lados.
Repentinamente alguém por detrás dela tapa-lhe a boca e agarra-a, tentou gritar mas ele disse "chhhiu" e apertou-a ainda mais.
Agarrou no chapéu (tradicional da akatsuki) de quem a estava a agarrar e quando o tirou viu que era o Itachi.
-Itachi. -Disse quando ele largou-a.
O outro era o Kisame, que se aproximou e disse:
-Olha a traidora...!
-O que querem?!
-Uma pequena informação... -Disse o Itachi.
-Digam lá o que querem!
-É verdade que o Naruto morreu, não é?
-É.
-E tu vais dizer-nos onde está o corpo dele, a bem ou a mal...!
Ela olhava-os com raiva, pensou um pouco o que havia de fazer e então reagiu...
Fez os selos do rasengan á velocidade da luz, e no preciso momento que estica o braço para o espetar no Itachi ele consegue prever o que ia fazer com o Sharingan e copia-la atacando-a da mesma forma.
Correu dali para fora, sabendo que se eles não a quisessem deixar fugir não deixavam, lá lhes deu jeito ela fugir...
Corria desesperadamente pelo meio do mato, chegou á beira das instalações da Hokage a escorrer de suor, parou uns cinco segundos e continuou a correr até a porta.
Estava a Shizune á beira dos guardas novamente.
Começou a fazer o rasengan e gritou:
-Deixa-me passar!
-Não podes!
Ninguém lhe fez frente, Ina deu um salto forte do fundo das escadas e em pleno salto espeta o rasengan na porta arrebentando-a juntamente com a parede á volta.
Shizune e os guardas, que se tinham atirado para o lado, estavam com o coração a bater a 100km/h pelo tamanho susto, nem sabiam como a Ina estava, já tinha saído debaixo dos destroços e entrado para lá dentro depressa.
Naruto e Tsunade, que estavam no escritório ouviram a explosão e sentiram o abalo, ouviram alguém a correr rapidamente pelo corredor...
Ina abriu a porta do escritório de Tsunade olhando para o chão, esticou os braços até aos joelhos para descansar e sem se aperceber de quem estava lá disse:
-Tsunade-sama!
Olhou em frente... Ficou de olhos arregalados, paralisada e com o coração a bater ainda mais fortemente, sentiu a face a aquecer... estava a ficar corada...
Tanto ela como o Naruto estavam parados... Finalmente o pesadelo de Ina acabou...

2 comentários:

  1. Está muito fixe o capitulo...assim como os filmes e o resto dos posts que fizeste..

    Catarina

    ResponderEliminar

Ao comentar estás a ajudar este blog, é um pequeno gesto que dá mais vida ao blog e com certeza me deixará feliz! :)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...