Pesquisar neste blogue

2011-11-03

4º Capitulo Dias da Hikari - Sasuke encontrado

Olá a todos! Eu ontem nem passei o dedo no pc, não deu mesmo para vir, há... é à cerca da programação (eu para já não estou seguindo isso) pois estou a preparar as coisas para quando começar não haver falhas, ok?
Desculpem lá.
_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _

Fiquei treinando até às onze e meia com a minha irmã, depois fui comer o jantar tardio e de seguida deitei-me.
Tenho sono pesado, adormeci rapidamente tal como a noite passou.
Acordei com a Shizune a abrir a cortina para me acordar. Era ela quem me acordava, vinha de manhã cedo do quarto dela ao meu acordar-me sempre para as missões.
-Que horas são? –Perguntei.
-Sete e meia.
Bocejei e perguntei:
-Hoje tens missão?
-Tenho, aliás já tenho que ir. Fazes o pequeno almoço?
-Faço, vai lá á vontade.
Ela saiu, pouco depois ouvi a porta a bater.
Levantei-me e dei uma espreguiçadela daquelas que sabe mesmo bem.
Calcei os chinelos e fui até á casa de banho fazer a minha vida… Vesti-me e fui até a cozinha fazer o pequeno almoço: leite com uma tosta mista.
Coloquei o pão de forma na torradeira enquanto tomava o leite, quando saltaram caíram ao lado uma da outra no prato que deixei encostado.
Deliciei-me a comer, adoro tostas mistas!
Fui até aos portões esperar pela minha equipa… Ou eu tinha sido a primeira a chegar ou já estava mais que atrasada… Mas não, pouco depois apareceu a Sakura e depois o Naruto.
O Kakashi-sensei não foi connosco pois estava no hospital ainda a recuperar da última missão que tivemos : Salvar o Gaara – Foi uma missão sem sucesso, o Gaara morreu… Todos nós pensávamos que o conseguia-mos proteger e que ele também se defendia da Akatsuki, mas chegámos tarde demais. Quando o Naruto o encontrou o Deidara estava sentada em cima do cadáver estendido no chão lá no esconderijo da Akatsuki.
O Naruto ficou furioso quando viu aquilo com os seus próprios olhos, ainda se culpa da morte dele, fez de tudo mas pelos vistos isso não chegou. Ainda o Kakashi-sensei ajudou com o Sharingan (por causa de o usar que está no hospital). A Sakura ajudou-me a empatar.
As outras equipas todas ajudaram, todos queríamos trazer o Gaara de volta, mas eles conseguiram o que queriam dele: O demónio que estava alojado nele.
Já passou algum tempo.
Continuando…
Depois chegou o Yamato que ia substituir o Kakashi-sensei até ele sair do hospital.
Ficámos os três á espera do tal rapaz chamado “Sai”.
Algum tempo depois (e já atrasado) chegou.
-Bom dia. –Disse o Sai.
Nem respondi, aquilo era tudo contra a minha ideia, e quando isso acontece nunca estou de bom humor. Eu sinto que tenho razão e ninguém ma dá.
-Vamos? –Disse a sakura olhando-o com a cara cabisbaixa mas com expressão de durona.
Caminhámos até ao local da nossa missão.
Chegámos a uma casa antiga e feita de pedra.
Uma senhora idosa abriu a porta e num suspiro disse:
-Nunca mais chegavam! Tenho o meu gato preso numa laranjeira do quintal.
-Era isso? Uma missão de nivél C?! –Comentei.
-Coitadinho. –Disse a Sakura.
Fomos até lá, eu, que sou a mais fraca concentrei o chackra nos pés e caminhei pela árvore acima.
A senhora nunca devia ter visto ninjas na vida, estava boquiaberta.
Avistei um gatinho castanho com um laço vermelho lá mesmo no cimo. Subi desviando-me dos ramos pontiagudos e agarrei no gato.
Agarrei-o pelas pontas das patas, ele começou a ficar assanhado.
Estava a desconcentrar-me! Não dá jeito nenhum!
Comecei a descer, o gato estava a ficar irrequieto e eu ainda estava no topo.
Dei mais um passo e ele fez uma pirueta maluca (que eu não sei descrever) e esgadanhou-me toda. Perdi a concentração e lá se foi o plano.
Caí de estaca no chão e o gato caiu mesmo á frente dos meus olhos com um tom delicado.
Quer dizer, eu aindei a fazer aquilo tudo para o gato cair a quase da mesma altura e sem se aleijar!!! Eu quase que morria por causa do bola de pelo!!!
Não dei nem uma palavra, ficaram a olhar para mim: eu estava com a cabeça no chão (de pernas para o ar) e de braços cruzados e com uma cara aborrecida, fiquei uma autêntica estaca. A Sakura agachou-se á minha beira e perguntou:
-Estás bem?
-Neem poor iissoo… -Resmunguei. –Maldito gato!
A senhora correu para o gato e ele para ela… Que amoroso… Hum…
Dei uma volta de 360º na vertical e sacudi as minhas roupas.
O Naruto estava aos risinhos disfarçados pela minha grande queda.
Parei de caminha ao lado dele, levantei o meu braço do lado dela ao ar. Ele viu-me a pôr a mão em punho e a deixá-la cair a 200 km/h em direção da nuca dele.
-Aih! Não fiz nada! –Queixou-se.
Sacudi as mãos, a minha cara continuava aborrecida… Saímos da casa da senhora e a Sakura ficou parada a olhar cabisbaixa com ar triste.
-Então… é agora… Diz-me onde ele vive. –Disse levantando a cabeça a olhar para o Sai.
-Sim, sigam-me.
Ele começou a andar.
-Ainda é longe, mas chegámos lá pela tarde.
-O quê??? Se é uma armadilha estás feito! –Gritei.
Ele olhou para trás sorrindo.
-Eu apenas quero juntar-me á vossa equipa.
Será mesmo?
Fiquei calada. O Naruto começou logo a investiga-lo:
-És de konoha, nunca te tinha visto. –Olhou para a fita dele. –Hum… Uma katana. –Passou o dedo nela.
-Não mexas. –Disse o Sai.
-Está bem.
-Que idades tens? –Continuou a investigação.
-17, e tu?
-17.
Ele recuou e cochichou á Sakura:
-Ele é muito esquisito, olha para aquele livro que tem no bolso.
O livro tinha um desenho dele.
Aproximei-me dele e tentei retirar-lhe o livro.
-O que estás a fazer? –Perguntou o sai apanhando-me em flagrante quase tocando no livro do bolso de trás.
-Ah! Eu sabia! Esse livro tem os teus planos maléficos! –Respondi.
-Hum… Achas que é isso? –Ele retirou o livro e entregou-me com um sorrisinho.

Sai (narrando)

Aquela Hikari-chan é uma chata, ainda me estraga os planos…
O núcleo quer que eu impeça o Sasuke de destruir Konoha, a equipa 7 é uma boa maneira de chegar até ele e ainda por cima o Naruto-chan não desiste dele nem muito menos a Sakura-chan.
Não estou minimamente interessado a estar a aturá-los, apenas quero fazer a minha missão (que vai ser longa).
Depois de eu entregar-lhe o livro dos meus desenhos e do meu irmão a Hikari-chan colocou-se no meio dos dois e ficaram a ver.
-Desenhas bem. –Comentou a sakura-chan.
-De certeza que isto tem códigos para um plano! –Insistiu a Hikari-chan. –Ou melhor! Olhem só estes desenhos… São só de lutas! Ele e este rapaz são derradeiros terroristas!
Que aborrecido… Suspirei e toquei com a palma da mão na testa.
-Não me parece. –Disse a Sakura-chan. –Quem é este rapaz?
-É o meu irmão.
-Ele deve estar escondido por aqui! –Disse a Hikari-chan revistando tudo á volta.
-Estás obcecada! Ele já disse que queria entrar para a nossa equipa, qualquer um queria entrar para uma equipa treinada por Kakashi-sensei, certo, Naruto? –Disse a Sakura-chan.
-Não sei. -Disse o Naruto coçando atrás do pescoço.
Eles ainda não acreditavam eu mim… Estava mesmo a levá-los até a casa do Sasuke, é mais um esconderijo.
O Naruto-chan foi tendo conversas disparatadas pelo caminho com Yamato e ainda queria que eu me junta-se… bâh…

(chegando)

-É aqui. –Parei de caminhar e olhei á minha volta.
-Aonde? –Perguntou o Naruto.
Localizei a entrada, abri caminho pois estava tapada por umas silvas mortas.
Eles seguiram-me… Menos a Hikari-chan.
-Eu não vou! Nem pensar! Ele quer comer-nos vivos! –Que teimosa.
-Cobarde! –Disse o Naruto-chan já entrando atrás de mim.
A Sakura-chan também entrou, e o Yamato-san, menos a teimosa.
-Temos que ser rápidos, ele já deve ter dado fé da nossa presença! –Avisei.
A Sakura corria pelos corredores adiante, havia imensas portas, nós também fomos a correr atrás dela abrir todas as portas atrás dela.
Corri sempre até ao fundo, eles ficaram para trás a abrir portas e a arrebentar.
Cheguei ao fundo do enorme corredor, já não os via ao fundo.
Vi logo que o quarto era do outro lado da parede, tinha que a rebentar.
Deixei um explosivo e recuei um pouco para trás.
Ativei-o com um selo e rebentou com a parede, ficou direitinho, a parede saiu inteira sem desmanchar as do lado nem o chão nem o teto.
Os outros estremeceram com a explosão. A Sakura-chan começou logo a correr na minha direção.
Entrei lá dentro, o Sasuke estava lá e ao ver-me rebentou com aquilo tudo largando explosivos.
Abriu uma enorme cratera e aquilo deixou de ser um esconderijo, o teto caiu.








Hikari (narrando)

Arrepiei-me toda quando vi o chão debaixo dos meus pés a desabar á segunda explosão.
Saltei para o cimo da cratera que se formou.
Lá em baixo estava o Sai, olhei em frente e estava o Sasuke na outra beira a olhar para ele.
De repente a sakura aparece e começa a gritar com o Sai, agarrou-o pela gola e gritou:
-O que pensas que estás a fazer!!! Seu… -Foi interrompida.
-Sakura. –Disse o Sasuke com cara de arrogate.
















Ela ficou paralisada ainda a olhar para o Sai. Virou a cara devagar e disse num tom baixo:
-Sa-su-ke-kun –Ficou a olhá-lo.
Lá do ponto de vista dela o sol batia-lhe nas costas e parecia que ele brilhava, tal como os olhos dela.
Vi logo que ele não estava muito interessado em abraçá-la ou algo assim.
De repente ouço o Naruto a gritar com um tom enfurecido ainda dentro do corredor:
-Sasuke!!!
Parou á beira deles e ficou olhando para o Sasuke, pouco depois o Yamato também aparece.
O Sasuke saltou abaixo, pús-me pronta a atacar.
Caiu ao lado do Naruto, colocou uma mão no ombro dele e retirou uma Katana com intenção de a espetar no Naruto.
-Há quanto tempo. Pelos visto não paras-te de me procurar… -Disse o Sasuke.
O Sai vendo aquilo agarrou na Katana e atirou o Naruto para o chão.
Começou uma luta, a Sakura gritou:
-Eu própria lutarei com ele! –Fez um justo que criou uma luz verde com rasto á volta da mão dela em punho e correu em direção dele.
Tentou espetá-lo no Sasuke, mas ele evoluiu bastante, estava muito rápido e desviou-se facilmente.
-Desiste dessa ideia parva de me levar de volta! –Disse o Sasuke para ela.
Saltei abaixo e diz a técnica que a Shizune me ensinou na noite anterior. Tive sucesso, menos na parte de lhe acertar.
Era imenso rápido, não dava para o apanhar.
O Sai e o Yamato ainda se envolveram em luta com ele, mas ele saltou para o cimo da cratera.
-Qual é a tua ideia? –Gritou o Naruto.
-Destruir Konoha. –Respondeu o Sasuke calmamente.
Ficaram todos paralisados menos o Sai, parecia que já sabia disso.
O Sasuke escapou, não foi nada por pouco, ele era bastante forte e rápido. Era quase impossível vencê-lo.
-Destruir Konoha…? –Disse num tom baixo e cabisbaixa a Sakura. –Eu odeio-te! –Gritou chorando.
Saltei para o cimo da cratera a ver se o conseguia avistar mas ele já se tinha pisgado dali.
Encolhi os ombros para o Naruto como quem diz “Não sei onde está”.
Ficaram os dois bastante destroçados com o que ele acabara de dizer antes de se ir…

3 comentários:

  1. Está muito bom o capitulo...estou ansiosa pelo próximo. ^^

    ResponderEliminar
  2. Está mt bonito! Pena o Sasuke ter más ideias... :(

    Ele é mt giro

    ResponderEliminar
  3. É o Mikage é bastante bonito mas mesmo assim prefiro o Frau ou o Labrador :3 a história de Frau é bastante comovente pois ele quando era miuda era practicamente igual ao Teito, pois Frau perdeu toda a sua familia e amigos e portanto em criança e adolescente era um pouquinho rebelde por isso eu gosto bastante do Frau >.< 07 Ghost é simplesmente um dos melhores animes que já vi é completamente mágico :D:D:D

    ResponderEliminar

Ao comentar estás a ajudar este blog, é um pequeno gesto que dá mais vida ao blog e com certeza me deixará feliz! :)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...