Pesquisar neste blogue

2011-12-31

Feliz ano novo!

Personagem do ano!

 A Sondagem "Qual é a tua personagem favorita?" terminou e apurou-se a personagem de Naruto do ano 2011.

FAIL Naruto - 4

Punch Sasuke/borracha/erro sasuke
Parece feito de borracha! Fez-me lembrar dos meus bonecos de brincar!

Meus Wallpapers - Sakura Haruno

Este Wallpaper foi feito por mim, e já para preservar os direitos de autor coloquei o endereço do blog no canto inferior direito para não haver problemas.
Espero que gostem! Vou fazer mais!

2011-12-30

Fazendo um Doujinshi de Naruto!

Vocês devem estar para aí a perguntar o que é um "Doujinshi", não é?

Doujinshi: histórias desenhadas em mangá inspiradas num anime (tipo fanfiction, só que é em mangá)

Estou começando a trabalhar um mangá que depois irei publicar no Deviantart (tenho uma conta nisso mas ainda não comecei nada)
Depois irei publicar aqui também :)  (Nunca deixarei de lado este blog!) (Já que eu o uso como centro de tudo o que publico, se deixo uma imagem no facebook... ela também vem aqui parar)
E vocês? Já fizeram um Doujinshi de algum anime?
O que mais gostei de ler até agora chama-se de "Konoha High School" duma menina chamada Damasia (Irlandesa) mais conhecida pelo nick name "Damleg".

5º Cap. Fanc "Sakusei" - Ela é a Fuu!

Eu estava bem assim, o meu coração ainda continuava acelerado e também conseguia sentir o dele bastante forte. Permaneci alguns instantes de olhos fechados a abraçá-lo fortemente.

Uma folha pousara na cana do meu nariz, abri os olhos e larguei-o para a retirar.
-Esquecemo-nos da Jinchuuriki. –Disse eu.
Ele levantou-se e disse: -un… Sim. Ainda vamos a tempo.
Levantei-me e peguei no chapéu tradicional Japonês que a Akatsuki costuma usar.
Continua-mos a viagem, desta vez a pé.
A cena do beijo ainda andava á roda na minha cabeça. Fiquei admirada por ver um lado tão doce do Deidara, nunca fui imaginar um terrorista nato como ele ser capaz de fazer alguém sentir o que eu senti… sentimento tão difícil de explicar…
O rapaz de quem eu gostava passou a fazer parte do passado, aliás, ele gozara comigo mais uns amigos quando eu estava na rua a passar com a farda do meu antigo trabalho. Por vários lados… ainda bem que me juntei á Akatsuki.
Deidara…
Olhei-o de canto de olho por entre as tiras brancas do chapéu, fiquei a pensar em tudo o que eu sabia sobre ele e o que imaginava e afinal de contas não era verdade.
Hum… até a pessoa mais dura tem o seu lado emocional, muitas vezes não o mostrando.
Amo-te… Aquelas palavras rodeavam-me, mesmo as que não foram ditas mas sim sentidas também me enlouqueciam.
Eu também te amo… Essa era a mais pura verdade. Não havia nada mais mágico do que perceber que a minha forma de agir tinha a ver com o meu coração palpitar para ele, e só consegui ouvir os batimentos do meu coração quando ele me beijou… Quando tudo se calou, só aí deu para ouvir o meu e o dele a baterem em harmonia…
Mesmo assim… fiquei sem saber como agir com ele… Inspirei e expirei profundamente.
-Chegámos, temos de descobrir a localização da rapariga Fuu! –Disse ele com os olhos a espreitar por entre as tiras brancas do chapéu.
-Ok! Isto vai ser fácil! –Comentei esfregando as mãos com cara demoníaca. –É a minha primeira saída em dupla! E é para capturar sem falhas!
-Não te intitules de líder, já sabes que sou eu o superior.
-Ahah… Grande líder, tu nem queres saber de planos nem nada! Se ficares sem saída é morte certa! Eles não te vão poupar!
-Estás a fazer papel de namoradinha preocupada? –Comentou com um sorriso egoísta.
Maldito! Chamou-me de namoradinha e ainda por cima no gozo!
Cruzei os braços e fiz cara de aborrecida. Namoradinha… Ao pensar naquilo comecei a sentir a minha face a aquecer e coloquei a minha mão a tapá-la da vista dele.
-Un. –Ele conseguiu reparar que eu estava a esconder a minha cara.
-O que foi? –Perguntei.
-Estás corada.
Fiquei com tamanhos nervos que para me controlar desatei a puxar as minhas bochechas desalmadamente.
Ele riu-se um pouco e colocou as mãos atrás das costas enquanto se aproximava de mim.
Colocou-se atrás de mim, inclinou-se um pouco e pousou o queixo no meu ombro (ele é mais alto que eu).
Olhei-o de canto de olho. Ficamos assim algum tempo a jogar ao sério enquanto não parávamos de caminhar.
Cada um com a cara mais séria que o outro. Mas com que trombas ele está! Parece depressivo quando tem cara séria!
Cansei-me daquilo e com a mão do outro braço empurrei a cara dele para fora do meu ombro.
Ele colocou a mão na testa como se estivesse medindo a febre. Não admira… Está a confirmar se está doido!
-Que coisa mais depressiva! –Comentei.
-Un! –Disse ele com um riso de troça no canto da boca.
Mudei o assunto para a missão dizendo:
-Dava imenso jeito ter o Byakugan agora! –Comentei.
-Mas eu tenho este aparelho. –Disse tocando com o dedo indicador no aparelho que estava sobre o olho dele.
Fiquei a olhar á espera que ele fizesse algo com aquilo. Parámos de caminhar num sitio que tínhamos vista para uma grande parte da vila oculta da cachoeira.
Começou a mexer no aparelho e a olhar á volta. De repente um risinho vê-se estampado na boca dele: era sinal que já tinha encontrado a rapariga.
-Encontrei uma rapariga tal e qual como o Pein me descreveu! –Colocou uma das mãos sobre o meu ombro e apontou para um sitio. –Estás a ver aquela coisa de cabelo verde alface?
-Sim.
-É ela.
Criou logo uma ave de argila e aumentou-lhe o tamanho para ser transportado em cima dela.
-Eu vou a pé! –Disse eu enquanto concentrava o chakra nos pés.
Agora!!! Comecei a correr a toda a velocidade que nem me conseguia ver bem, só davam fé de eu passar por causa da poeira que deixava no ar.
Cheguei em instantes aonde ele me tinha dito, olhei a meu redor e vi a rapariga mesmo do meu lado direito. Ela estava de olhos arregalados e de certeza que não estava a perceber o que se estava a passar
Olhei por instantes para o céu e vi o Deidara a aproximar-se.
Tinham lá algumas crianças ao lado dela, notava-se que estavam a brincar aos ninjas.
Atirei algumas kunais falsas (genjutsu) rente ao pé de cada criança para as tolher de medo e desatarem a fugir. Assim foi como eu queria que acontecesse. Depois as kunais desapareceram numa nuvem de fumo.
-Um membro da Akatsuki? –Disse a rapariga.
-Sim… -Respondi.
Ela fez um sorriso de confiança e estendeu os dois braços com uma kunai em cada mão.
-Se eu fosse a ti não sorria… -Comentei com um tom misterioso.
Para a confundir peguei em duas kunais como ela, também a imitei quando ela se vergou e ergueu a cara para mim. Ao fim de contas, eu estava a agir como um espelho.
A partir de agora não brincar nem poupar nada… Via-se na cara dela que eu conseguira deixá-la confusa e nervosa de medo. Graças á minha experiência em lutas, eu aprendi comigo mesma, reparei em tudo o que me fazia sentir desprotegida a qualquer momento durante as lutas, lutar contra um Sharingan quando ele imita deixa sempre alguma atrapalhação…
Naquele momento reparei que ela devia estar a duvidar se eu possuía o Sharingan. De repente ela desata a correr com as costas inclinadas para a frente e com os braços estendidos para trás, fiz quase o mesmo, também comecei a correr inclinada mas cruzei os braços em frente da minha cara com as pontas afiadas das kunais apontadas para ela. Era uma maneira de atacar e me defender ao mesmo tempo.
Já bastante próximas uma da outra ela começa a colocar os braços para a frente bem abertos.
Antes que ela me espetasse as kunais, rapidamente descruzei os braços e bati com as kunais nas dela. Ficámos ambas paradas a fazer força para conseguir espetar uma kunai pelo menos mas tínhamos forças equivalentes.
-Maldita! –Gritou a Fuu (a com quem eu estava a lutar, a Jinchuuriki).
Está a demorar para invocar algumas caudas do demônio dela… É melhor me despachar antes que isso aconteça! Ora, ora… Vou ter que usar a técnica do meu paizinho, o legado do quarto hokage!
Estiquei o meu braço direito para o lado e redemoinhos de ventos começaram a formar-se sobre a minha mão: era o Rasengan!
Ela pestanejou e começou a recuar devagar.
Comecei a correr em direção dela, e gritei:
-Rasengan! –Apontei-o á barriga dela e projetei-a uns cinquenta metros para trás.
Concentrei o chakra nos pés e saltei até ela, pus a mão em punho e espetei-lhe carradas de socos na cara.
Quando vejo uma fumaça a aparecer pensei logo: Kawirimi no Jutsu (técnica de substituição).
Olhei logo em meu redor para a localizar, mas não a achei. Olhei para o chão e vi uma sombra a tornar-se cada vez maior. Era sinal que algo estava a cair na minha direção.
-Essa não! –Disse eu ao olhar para cima momentos antes de levar com um pé na cara.
Caí para trás e ela deu um pulo ficando em pé sem se machucar.
Assim deitada olhei para o céu e vi que o Deidara estava a começar a sobrevoar-nos e a preparar alguma.
Deixei-me estar no chão e fingi que estava cheia de dores e paralisada.
A rapariga estava parada á minha frente e um pouco inclinada a descansar. De repente vejo um inseto de argila a cair mesmo atrás dela, levantei-me a toda a velocidade e afastei-me.
-Katsu! –Gritou o Deidara.
O inseto explodiu e a rapariga caiu para o lado. Corri logo até ela e certifiquei-me de a deixar inconsciente acertando-lhe vários socos na nuca.
-Cuidado! –Gritou o Deidara.
Olhei para a rapariga… Aquilo não me estava a agradar… Estavam a aparecer caudas do bijuu dela…
Mas que sorte…! Não consegui evitar que ela libertasse caudas!

2011-12-28

Brothers Uchiha: Itachi's Apology


Nota: Este video pode sensibilizar os fãns dos irmãos Uchiha, ainda por cima com uma música tão linda!
 Artista: Tatu
Titulo: Gomenasai

Download: Naruto Shippuden Ultimate Ninja 5 (PS2) (ou também conhecido por: Narultimate accel 2)

Naruto Shippuden Ultimate ninja 5 / Narultimate accel 2 (É a mesma coisa)
Links:

Pcsx2 0.9.8 (Já com BIOS e Plugins)
Link:
Senha para extrair: Senha para descompactar: rogerlokito.blogspot.com
(Créditos a: Blog de Roger)

Faça assim:
-Baixe as duas partes;
-Extraia;
-Baixe o Pcsx2 0.9.8.;
-Abra o Pcsx2 0.9.8 (se for preciso instalar, intale!);
-(No progama) clique em "sistema" e de seguida clique em "carregar cd/dvd (rápido)";
-Irá lhe aparecer uma janela para você selecionar a imagem do jogo (é um ficheiro .iso ou .mds), selecione esse ficheiro e é só jogar no pc!

Controlos:
Você também pode querer alterar os controlos, vá em:
-Configuração/controles (PAD)/Configuração do plugin;

Qualquer dúvida deixe aqui nos comentários!

Algumas imagens que tirei quando estava a jogar:

2011-12-27

4º cap. Fanc "Sakusei" – Apertado o gatilho veio o tiro!


-Adeus! –Forcei um sorrisinho para ver se o animava.
Ele acenou-me de costas seguindo sempre caminho.

A porta já estava reconstruída após ele a ter explodido para entrar, tanta vez que aquilo acontecia que acabei por colocar um selo de papel que a reconstrói automaticamente.
Entrei para dentro e fui direitinha para a cama, vesti o pijama e meti-me debaixo dos cobertores, adormeci alguns instantes depois.

De manhã acordo com um barulho esquisito. Parecia o bater de asas das aves de argila do Deidara. Fui logo até a janela para tirar as dúvidas.
-Ainda bem que já acordas-te! O Pein deu-nos uma missão!
-Calma, já vou!
Fechei a cortina, desatei a vestir a roupa e depois saltei janela fora para cima da ave de argila.
-Qual é a missão? –Perguntei.
-Capturar o Shichibi, o bijuu de sete caudas.
-Quem é o Jinchuurinki?
-O Pein disse que era uma rapariga chamada Fuu da vila oculta da cachoeira.
Se era de Takigakure (vila oculta da cachoeira) então é da mesma vila de Kakuzu, ele é que devia ter sido escolhido para a missão, mas o Pein tem as suas razões, talvez queira testar a minha dupla com o Deidara.
-Takigakure não é uma vila que tem uma árvore gigante? –Perguntei.
-Essa mesmo.
A viagem ia ser um bocado demorada, e eu não gosto de viagens longas e chatas sem nada para fazer.
-Já alguma vez pensas-te em melhorar as tuas aves de argila? –Perguntei.
-O que queres dizer com isso, un?
-Tipo… arranjar uma maneira de elas voarem mais rápido! Vai demorar imenso a viagem assim!
-Ou é isto ou vais a pé! Un!
Coloquei as pernas á chinês e cruzei os braços.
Se eu não tivesse que poupar chakra para capturar a rapariga, eu ia pelo meu próprio pé a correr com o chakra concentrado nos pés ou até mesmo invocava a Kitsune (raposa) já que ela é bem veloz.
-É a minha primeira missão na Akatsuki... –Comecei a resmungar em voz baixa. –E já está a ser chato…! Podia-me ter calhado parceiro pior? Um terrorista que ainda por cima é um antirromântico e chato!
-Un? Por acaso não sou o único terrorista aqui!
-Eu fiz tudo numa só noite! Tu passas a vida a rebentar tudo!
-Faço arte!
-Olha que vais virar o “Deidara da Vinci”!
Ele sorriu um pouco e disse:
-Não é assim tão mau…! Un!
Deu-me para rir da maneira de falar dele, mas que mania ele apanhou de usar o “un!” frequentemente. Eu estava ansiosa para chegar, fazia tempo que eu não entrava em missões.
Lembrei-me da conversa que tinha na noite passada com ele e o achei um antirromântico, fiquei curiosa de quem uma pessoa como ele gostaria, aliás fiquei com curiosidade em relação a todos os membros da Akatsuki. Só de os imaginar como uns seres carinhosos dá vontade de rir e chorar.
Deidara: -Vou-te ensinar uma coisa!
-O quê? –Perguntei surpresa.
-Cada uma das duplas da Akatsuki tem um superior, quando eu fazia dupla com o Sasori tratava-lo por mestre.
Quando comecei a ouvir aquilo pensei logo “vem aí bomba…!”
Deidara (continuando): -Por isso trata-me por mestre Deidara! Un?! –Disse todo lisonjeado por si próprio.
Ele virou ligeiramente a cara para o lado e comentou baixo:
-Soa bem…! Mestre Deidara!
Cruzei os braços e com cara de irritada e aborrecida ao mesmo tempo, respondi:
-Nem morta!
-Eu sou o teu superior! Hum… Está bem, trata-me por Deidara-senpai!
O sufixo “-senpai” usa-se para quem tem algo superior.
-Não! Eu sou mais forte que tu!
-Quem disse?!? –Respondeu já com as mãos em punho.
-Trato-te por Deidara-san, porque tens a mesma idade que eu e já vais com muita sorte!
Ele aborreceu-se logo.
-Que convencido! –Comentei.
Ele riu-se e fez o habitual “un!” dele. Eu acabei por também me rir.
A viagem foi bastante longa, parámos num pequeno restaurante para comer, coloca-mos os restos da comida embrulhados no papel da mesa e levámos embora, lanchámos cada um uma perna de frango do almoço… Discutimos mais uma vez sobre a mesma treta, tentou dar-me lições sobre a arte mas ele a mim não me convence de nada! Ainda não tínhamos chegado á vila oculta da cachoeira e já era pura noite.
-Vamos parar para descansar, já me dói tudo! –Pedi.
-Passaste o tempo todo sentada!
-Estar sentada também cansa! –Respondi enquanto me levantava com as pernas meias adormecidas.
Segurei-me com as mãos nos joelhos e suspirei.
Ele levantou-se também. Eu passei a viagem toda sentada, ele levantava-se… sentava-se logo… e manteve-se assim nesta sequência irritante!
Sinceramente… naquele dia eu não estava com paciência nenhuma, os nervos estavam no pico, seria pela ansiedade de ser a minha primeira missão com uma capa da Akatsuki? Hum… Era a única explicação que eu encontrava para o meu estado.
-Vamos dormir aqui. –Disse ele dando um pulo para fora da ave.
Saltei abaixo e apressei-me a ficar com o melhor lugar.
Estávamos num cume de uma ligeira montanha coberta pela floresta, estávamos na região da montanha onde havia menos densidade de árvores.
Dirigi-me a uma árvore grossa e estendi-me ao lado dela, dei meia volta (fiquei deitada de costas viradas para a árvore) e encolhi as pernas ficando com os joelhos quase a tocar na barriga.
Fechei os olhos por instantes, fiz da capa da Akatsuki o meu lençol e puxei a gola para cima.
Abri os olhos e estremeci com tamanha coisa á minha frente. Antes de fechar os olhos vi o Deidara encostado a uma árvore a cinco metros de mim, ora, e não é que abri os olhos e ele já estava deitado á minha frente quase colado a mim!!!
-Chega-te para lá! –Reclamei.
Ele de certeza que estava a fingir que já estava a dormir profundamente, ainda chegou-se um pouco mais para mim.
Suspirei antes que me enervasse e tentei adormecer naquele estado. Até a respiração dele a bater na minha cara me incomodava.
Ora bem… Eu sou capaz de fazer isto! Ou eu não me chamo Haruna Uzumaki! Irei dormir assim!
Pouco depois virei-me de costas para ele e acabei por adormecer.
Durante a noite ouve momentos que eu quase acordava por causa dos movimentos dele. Senti-o a colocar o braço dele sobre mim, mas eu nem me apercebi disso no momento.
Acordei e estava bastante mais confortável do que quando tinha adormecido. Respirei fundo para de seguida me espreguiçar mas reparei que ele estava-me a abraçar e eu de costas para ele.
Não sei como ele tinha passado um dos braços por baixo de mim sem eu dar fé disso. Eu tinha as minhas mãos a agarrarem nas dele. Senti-a a respiração dele mesmo atrás do meu pescoço, tinha o peito dele colado ás minhas costas e as pernas estavam encolhidas como as minhas, eu sentia os joelhos dele a tocar debaixo das minhas pernas.
Como se ele estivesse sentado numa cadeira comigo ao colo e abraçado a mim.
Voltei a fechar os olhos e pensei que tudo era um sonho que depois eu iria acordar e voltar a implicar com ele.
Mas seria ele que pôs as mãos sobre mim ou fui eu que o puxei? Fiquei confusa por as minhas mãos estarem a agarrar as dele, eu até diria que estavam a fazer aquilo de uma certa forma “carinhosa”.
-O rapaz de que gostas não iria gostar de te ver assim comigo… -Lá veio ele estragar o sonho.
Naquele momento fiz de tudo para não entender aquilo que ele disse da mesma maneira de sempre, procurei algo positivo naquilo.
-Está bem… -Respondi á toa.
-O quê?
-Está bem…
Ele deu um risinho leve e colocou o queixo dele sobre o meu ombro e fechou ligeiramente os olhos.
Eu abri os olhos mas logo os fechei também. Suspirei e continuei pensando que era um sonho.
-Está a demorar muito para resmungar… -Comentou o Deidara baixo mas eu ouvi já que estava tão perto do meu ouvido.
-O quê?!? Estás só a testar-me?!!? –Gritei largando-me logo dele e sentando-me no chão.
Cruzei os braços e fiquei virada para ele á espera de resposta.
-Eu não sei quem está a usar quem, mas sei que acordei e vi que alguém se esteve a divertir com as minhas mãos! –Respondeu.
Fiquei super corada e tapei a cara com a mão esquerda a tapar a zona da boca e nariz. Mas eu não tinha puxado as mãos dele! Só se ele anda a tentar tramar-me! Senti algo molhado na minhas mãos e abrias em frente dos meus olhos. Deu-me vómitos ao vê-las cheias de baba dele!!! Olhei para as línguas das mãos dele e estavam a rodopiar no ar como o rabo de um gato. Aquilo deu-me a volta ao estômago, e eu não me queria lembrar que já tinha espetado a mão ensopada de baba na cara!
-Seu porco! Estás a insinuar que eu andei aos beijos com as tuas mãos?!?
Ele encolheu os ombros e manteve-se com um sorriso no canto da boca confiante e arrogante.
Começamos a gritar um para o outro seguidamente:
-Tu é que te colas-te a mim! –Respondi.
-Tu não estás a ver a moldura toda! Estavas toda contente por eu te abraçar!
-Admitiste que foste tu!
-Mas tu gostaste!!!
-Seu antirromântico mentiroso!!!
-O quê? Eu sou um antirromântico!?!
-Prova-me que não!!!
“Apertado o gatilho veio o tiro!” Prendeu-me logo os braços com as suas mãos e beijou-me.
A melhor maneira de me provar aquilo foi beijar-me, acabou-se logo a gritaria.
Só naquele momento é que tive a certeza que eu não estava a sonhar desde o início. Eu sentia-o bem junto de mim quente e enlouquecedor. Perdi o meu equilíbrio e bati com as costas na árvore. Ele baixou a gola da capa dele e sentou-se em cima das minhas pernas que estavam estendidas, colocou os joelhos no chão inclinando-se para conseguir alcançar-me. Baixou a minha gola da capa, acariciou-me no pescoço com uma das mãos e continuou o beijo. Colocou a outra mão sobre a minha cinta. Eu cedi por completo, não me interessava o resto do mundo, só sentia ele e só ele. Coloquei os meus braços a abraçá-lo em volta do pescoço.
Entretanto sinto a língua dele a tocar nos meus lábios e a penetrar pela minha boca…
Os nossos lábios tocavam-se seguidamente, deslizei a minha mão direita até a face dele e aproximei-me mais ainda. Estava-mos peito a peito, cara a cara, língua a língua.
Massajei ligeiramente a cara dele enquanto o beijo se prolongava, o lance já ia bastante forte, não dava apetite de parar sensação tão boa como aquela.
Os lábios dele começam a separar-se dos meus, mas não se acabou, beijou-me na cara, seguiu até a minha orelha.
Ele tinha a mão dele nos meus cabelos e me dava a sensação que eu estava a ser controlada por ele, apesar de me sentir descontrolada.
-Amo-te. –Disse ao meu ouvido.
-Eu também te amo. –Abracei-o ainda mais e pousei a minha cabeça sobre a minha mão que estava sobre o ombro dele.
Encostei-a á dele e fica-mos assim alguns momentos. Eu estava bem assim, o meu coração ainda continuava acelerado e também conseguia sentir o dele bastante forte. Permaneci alguns instantes de olhos fechados a abraçá-lo fortemente.

Wallpapers parte II

2011-12-26

O meu auto-presente(^^') de Natal

Como eu já sabia que as prendas não iriam ser grande coisa... decidi baixar um jogo da internet que eu já tive um anterior a esse.

Chama-se: Naruto Shippuden Ultimate Ninja 5 para a PS2 (eu já tive o 4 mas apaguei sem querer)

A verdade é que esse jogo é para playstation e eu não tenho nenhuma dessa consolas, só tenho computador, apenas emulei e já joguei um pouquito!
Liguei ao pc um comando igual ao da PS2.

No "Master Mode" já cheguei á parte em que Deidara luta contra Gaara (eu era o Gaara, não deu para escolher -.-' senão era o Deidara) no modo "Free Batle" já desbloqueei o Deidara (porque lutei contra ele, a cada vez que confronto algum personagem no "Master Mode" que ainda não tenho, se eu ganhar fico com ela).
Do que já joguei neste jogo e no anterior (a versão 4) reparei que os gráficos são iguais, apenas muda a história do jogo, segue a história direitinho desde o primeiro episódio da fase Shippuden. Os gráficos são interessantes, é um 3d que parece 2d (e fica ótimo!) parece mesmo que estou controlando um episódio do anime!

Se estão pensando em arranjar um jogo, recomendo este! Mesmo que não seja para PC dá para emular e não é dificil! (Quem tiver dúvidas pode deixar aqui num comentário que eu terei todo o prazer em ajudar).

Recomendo computadores Dual core (ou superior, inferior é que nem sonhem! Dá cabo do computador como um tiro!) o meu é um acer com processador Dual core e o jogo rola muito bem! Ainda também recomendo (para terem um melhor desempenho ainda) fechar programas desnecessários no momento (enquanto jogam, tipo desligar o modem da internet e e.t.c.) e se o som estiver esquisito experimentem ligar o PC a umas colunas (comigo funcionou, o som estava lento com ruído e saindo aos solavancos, liguei o meu portátil ás colunas do fixo e o som ficou ótimo)

eheh! Olhem aqui uma imagem duma luta que já fiz e ganhei:
Naruto shippuden ultimate ninja 5/ Deidara vs Kakashi
Eu era o Deidara ^^ Irei fazer um post com o Download deste jogo (mais tarde)

Feliz Natal a todos

Que ao menos a felicidade que eu não tive vá para vocês!
E então? O que vocês receberam? Gostaram?

2011-12-24

Decoração Flor de cerejeira

Achei muito bonito e vou fazer um assim para mim! ^^

Materiais para fazer a flor de papel
- galhos secos
- folha de papel rosa cortado em dois tamanhos diferentes
- tesoura
- cola
-fita para fixar nos galhos ou use cola quente ou cola rótulo azul mesmo
 Molde:
 Creditos : fazendo arte

Alguns dos melhores excertos da "Desciclopédia"

Olá a todos! A partir de hoje vou fazer uma seleção dos melhores excertos que estão na desciplopédia sobre Naruto. Na desciclopédia tudo é inventado e muitas vezes eles exageram com a palhaçada, mas dá para rir e muito!

Aqui vai os primeiros (cliquem em ler todo o post):

Imagens FAIL Naruto - 2

*Crianças! Fechem os olhos! Isto é avançado demais!

2011-12-23

Clã Deidara

(Sem ter certezas) o Deidara é do clã Bakurei. Não se fiem nisto, ainda ando a pesquisar sobre isso... Apenas postei isto para quem quiser debater.

Será mesmo que o Deidara é do clã Bakurei?

Curiosidades sobre Akasuna no Sasori

Sasori significa escorpião;

Ele faz anos no mesmo dia que Masashi Kisimoto (o autor de Naruto) - Será que é por alguma razão especial? Eu não sei... (data: 8 de Novembro)

A idade dele é 35 anos apesar de não parecer, pois ele se transformou numa marioneta e então não envelhece.

Os canhões de água que mostra no anime quando luta contra Sakura e Chyo não aparecem no mangá (primeiro sai o mangá e depois é que sai em anime);

Apesar se serem poucas as aparições dele no anime e mangá ele deixou muitos fãs!
Akasuna no Sasori render
Akasuna no Sasori

Wallpapers (Parte I)

Cliquem nas imagens para ver maior

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...