Pesquisar neste blogue

2012-03-17

8º cap. fanc. "Sakusei" - Perseguição


Finalmente já acabei de escrever o 8º Capitulo, espero que gostem :)

-Ele é idiota, mas fraco não é…! –Avisei o Deidara. –Se fores tu a lutar contra ele, prepara-te que ele irá dar tudo o que tem, até ao zero mesmo, pela raiva que te tem neste momento!

-Nem me parece idiota... –Comentou o Deidara.
-Ele está tão diferente... E tão forte... –Falei, ainda encostada á parede a olhar para o Naruto.
O meu irmão levantou-se e ficou quieto de costas para mim de cabeça baixa.
Até me deu um aperto no peito quando ele se virou bruscamente para trás com a cara cheia de lágrimas e a gritar um pouco rouco de tão enfurecido que estava:
-Haruna!!! É assim que tu queres?!?
Eu sabia que com o meu irmão o melhor era lutar com clones tal e qual como ele faz.
Ele viu-me a levantar-me e nos instantes que ele piscou os olhos, antes eu estava bem longe dele, depois eu já estava a acertar-lhe um soco na cara.
-Nosso pai era o raio dourado de Konoha! Ninguém nunca foi tão rápido como ele! Eu própria sou mais lenta que ele milésimas de segundos!
Quando falei aquilo olhei para a cara do Kakashi pois já estava a advinhar que ele iria ficar surpreendido ao falar do meu pai, o quarto hokage, o falecido sensei dele.
-Atreves-te a usar as técnicas do quarto hokage para o mal?!? –Gritou o Naruto.
-Para o que for preciso!
Olhar para ele deitado no chão com a cara inchada do soco que lhe espetei, por um lado fiquei triste por ver que tinha de lutar contra o meu irmão, mas aquilo foi por ele ter culpado o Deidara de eu ter feito o que fiz.
-Sai-me da frente! –Gritou o Naruto ao passar por mim para atacar o Deidara.
Burra! Não me posso distrair! Como nem o pude ver a levantar-se?!?
-Deidara! –Gritei.
Olhei para a cara do Deidara e vi que ele estava confiante e que tinha algo preparado para o contra-ataque, então fiquei descansada.
Estava a dar demasiada atenção á luta deles os dois que estava a começar invés de olhar o perigo á minha volta.
Só tive tempo de ouvir alguém já perto de mim a correr, olhei para trás e vi uma mão quase a espetar-me um soco bastante doloroso.
Fui lançada para trás ás cambalhotas e só parei quando bati contra a parede.
Olhei para cima e vi que foi a rapariga de cabelos cor de rosa chamada Sakura.
Mas que força bruta! Se lutar com ela não posso poupar nenhuma força então...
Dei mais uma olhadela para a luta dos homens e vi que o Kakashi estava á frente do Naruto a protegê-lo enquanto o Deidara já tinha uma ave pronta para escapar do esconderijo.
Isto vai ter de ser bem rápido...
Voltei novamente a atacar a uma velocidade que nenhuns olhos podiam acompanhar, só o Sharingan... Dei um pontapé nas pernas da Sakura fazendo-a cair, e antes de ela bater com a cara no chão espetei-lhe um soco bem assente no rosto que a atirou contra a parede.
Saltei para cima da ave do Deidara e levantou voo.
-Qual é o teu plano? –Perguntei.
-Eu queria atraír o teu irmão para um sitio sem o maldito do Sensei dele, como fiz da outra vez, só que já não cai novamente na mesma armadilha.
-Hum... Não vais conseguir capturar o meu irmão de qualquer forma... Mas eu vou entreter o sensei dele... –Abri a palma das mãos. –Rasengan! –Gritei ao saltar abaixo da ave em direção do Kakashi.
Ele viu-me com o sharingan e fugiu a tempo, acabei por espetar o rasengan no chão e formou-se uma enorme núvem de poeira.
Coloquei o braço em frente da cara para não respirar o pó mas nunca parei de olhar á minha volta para perceber a localização de Kakashi.
Comecei a ouvir um barulho esquisito de repente, como se fossem mil pássaros a cantar ao mesmo tempo. Olhei para trás e vi umas luzes irriquietas. Apercebi-me a tempo de contra-atacar que era o Chidori do Kakashi.
Substituí o meu corpo por um clone de água e fui para o cimo de uma árvore.
Fiquei lá do cimo a olhar para a cara dele, ele com certeza que já sabia do meu clone mesmo antes de espetar o chidori nele, mas como já não dava para parar acertou á mesma.
Ficou quieto virado de costas para mim e com uma mão á cintura.
E agora…O que eu vou fazer…?
Fiquei com um sorriso de orelha a orelha quando tive uma ideia brilhante, estendi os braços para a frente com as mangas arregaçadas e fiz a minha técnica de controlo dos ventos.
Olhei para a entrada do esconderijo e vi o rapaz a sair a correr cheio de lágrimas.
Repentinamente o Kakashi olha para trás (para mim) e salta para a beira do rapaz.
Assim está mau… Ele consegue prever as minhas técnicas… e ainda por cima é inteligente o suficiente para saber que eu ia atacar o rapaz! Vai ser duro!
Suspirei e saltei abaixo da árvore, fiquei um pouco pensativa especada a olhar para o chão enquanto ouvia o rapaz a gritar em lágrimas:
-Chega de depender de vocês, ninjas! Vou trazer a Fuu de volta por mim próprio!!!
(Kakashi): -Não podes ir, é perigoso…
Levantei-me e comecei a comentar feita durona:
-A tua princesa já está morta, não há nada a fazer!
A cara dele primeiro ficou triste e depois encheu-se de raiva e gritou:
-Malditos!
Começou a correr na minha direção tentando espetar-me um soco, mas eu agarrei-o pelo colarinho levantando-o no ar.
-Isso é tudo escusado. –Comentei.
Ele enfureceu-se ainda mais, e com lágrimas a cair ao chão tentou espetar-me vários socos.
Eu achava que ele não ia conseguir, mas um último soco acertou-me na cara e caímos um para cada lado.
Fiquei deitada de costas no chão, doía-me a cabeça, especialmente os olhos já que ele me tinha espetado o soco no olho esquerdo. Levantei as costas e passei uma mão na cara para ver se estava a sangrar.
Naquele momento baixei a guarda. Já não estava a achar nenhuma graça ao que se estava a passar, até aquele momento não me tinha apercebido da seriedade das coisas.
Levantei-me com a cabeça a doer mais que nunca, dei um passo atrás e coloquei uma mão na testa.
-Eih! Haruna! –Gritou o Deidara com um tom enfurecido.
Olhei para trás aliviada. Vi que ele já não tinha o corpo da Fuu, também tinha falhado…
Saltei para cima da árvore com o chakra concentrado nos pés e fiquei pendurada por uma mão.
Balancei as pernas e consegui saltar para cima.
-Onde está a Fuu? –Perguntei.
-O teu irmãozinho conseguiu…

Sem comentários:

Enviar um comentário

Ao comentar estás a ajudar este blog, é um pequeno gesto que dá mais vida ao blog e com certeza me deixará feliz! :)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...